Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Quarta-feira, Setembro 22, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Tomar | Alunos do IPT vão disputar edição nacional e internacional do Link Me Up – 1000 ideias

Chegou ao fim a primeira edição do programa de Desenvolvimento de Ideias de Cocriação de Inovação do Instituto Politécnico de Tomar, tendo saído vencedor o desafio “The One and Only but Not Lonely”, apresentado por uma equipa de alunos do Politécnico de Tomar (IPT) e do Politécnico de Leiria. A equipa vencedora irá agora disputar a edição nacional, em Santarém, no mês de setembro e a edição internacional, em data a definir.

- Publicidade -

A 1ª edição de Desenvolvimento de Ideias de Cocriação de inovação do IPT do projeto Link Me Up – 1000 ideias – Sistema de apoio à cocriação de inovação, criatividade e empreendedorismo, decorreu no dia 16 de junho, no Auditório Doutor José Bayolo Pacheco de Amorim, no IPT.

Trata-se de um projeto que “promove o espírito empresarial através da capacitação de jovens estudantes e/ou empreendedores com vista ao incremento da qualidade do emprego e à criação de empresas inovadoras”.

- Publicidade -

Em segundo lugar ficou o desafio “Are you becoming a Z City?” apresentado por uma equipa de alunos do Politécnico de Tomar, do Agrupamento de Escolas Templários e da Shanghai Ocean University. Foto: AET

No pódio desta edição ficaram ainda o desafio “Are you becoming a Z City?” apresentado por uma equipa de alunos do Politécnico de Tomar, do Agrupamento de Escolas Templários e da Shanghai Ocean University, que ficou em segundo lugar, e o desafio “Show Your Smile Again” apresentado por alunos do Politécnico de Tomar e da Escola Santa Maria do Olival, que ocupou o terceiro lugar.

“Ao longo de 10 semanas, 10 equipas constituídas por estudantes de diversas áreas disciplinares, colaboradores de empresas/organizações e facilitadores trabalharam na resolução de problemas reais/desafios. O processo culmina com a apresentação final das ideias de cocriação de inovação, em que se apontam soluções e caminhos para o futuro”, refere o IPT em nota de imprensa.

Na sessão final, num evento transmitido via streaming no canal Youtube em https://youtu.be/QyiQ21B_Xvo, esteve presente o presidente do IPT, João Coroado e o vice-presidente, Nuno Madeira, a diretora do Agrupamento de Escolas Nuno Santa Maria, Celeste Sousa, o diretor do Agrupamento de Escolas Templários, Paulo Macedo, o coordenador do programa de formação de docentes com metodologia Demola Célio Marques, e as professoras Olinda Sequeira e Dina Mateus, facilitadoras e coordenadoras do Projeto Link Me Up bem. Também participaram 10 equipas e respetivos facilitadores e um júri de 4 elementos (Softinsa, Nersant, Compta e OTIC-IPT) que avaliou os 10 desafios.

Equipas vencedoras da 1ª edição da iniciativa:

1º lugar

Desafio:The One and Only but Not Lonely | Facilitadora: Professora Cristina Costa (IPT) | Partner: Centro de Dia São Silvestre (Carvalhal da Aroeira – Torres Novas

Equipa: António Valério (IPT); Beatriz Rodrigues (IPT); Alexandre Nogueira (IPT); Ana Martins (IPT); Cátia Martins (IPT); Kaja BuKovec (IPLeiria)

2º Lugar:

Desafio: Are you becoming a Z City? | Facilitadora: Professora Shilá Fernandes (Agrupamento de Escolas dos Templários) | Partner: Município de Tomar

Equipa: Ângela Rodrigues (IPT); Maria Almeida (Escola Santa Maria do Olival); Rita Sousa ( Escola Santa Maria do Olival); Yifan Zhang (Shanghai Ocean University)

3º Lugar:

Desafio: Show Your Smile Again | Facilitador: Professor Luís Colaço (Agrupamento de Escolas Nuno de Santa Maria) | Partner: Município de Tomar

Equipa: Asmila Baldé (IPT); Bruna Rodrigues (IPT); Ana Gomes (IPT); Filipa Bento (IPT); Andreia Batista (IPT); Ana Raquel (Escola Santa Maria do Olival)

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome