Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Sábado, Maio 8, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sertã | Cernache homenageia Nuno Álvares Pereira como santo e guerreiro (c/ fotos e vídeo)

Em cada esquina da vila de Cernache de Bonjardim há referências a D. Nuno Álvares Pereira também, conhecido por Nun’Álvares, o Santo Condestável, o Beato Nuno de Santa Maria, cuja canonização aconteceu no 26 de abril de 2009. O guerreiro que se tornou santo nasceu naquela vila do concelho da Sertã em 1360.

- Publicidade -

Para festejar o 12º ano da canonização desta figura histórica, o Município da Sertã e a União de Freguesias de Cernache do Bonjardim, Nesperal e Palhais organizaram uma iniciativa conjunta no dia 26 de abril que reuniu largas dezenas de autarcas e populares, apesar de decorrer na tarde de um dia de semana.

- Publicidade -

As comemorações começaram com uma missa celebrada na igreja do Seminário das Missões, na qual participaram dezenas de pessoas entre as quais, autarcas da câmara, da assembleia e das juntas de freguesia com preponderância na freguesia anfitriã.

O próprio presidente da Câmara, José Farinha Nunes, subiu ao ambão para fazer uma das leituras da missa. Ao som do grupo coral local, com destaque para a performance de uma cantora lírica e de uma intérprete de flauta, a missa foi transmitida pelas plataformas digitais do município o que exigiu um grande aparato tecnológico.

Já na parte final da eucarística, procedeu-se à bênção da bandeira dos escuteiros, instituição que tem como patrono Nuno Álvares Pereira, tal como o Exército Português e algumas paróquias de Portugal.

Após a celebração, decorreu uma romaria simbólica ao local de nascimento de São Nuno de Santa Maria, onde se encontra um nicho alusivo àquela figura histórica, a escassas dezenas de metros do seminário.

Dezenas de pessoas participaram na iniciativa. Foto: mediotejo.net

À frente da romaria, segurando uma coroa de flores estava o Presidente da Câmara da Sertã, José Farinha Nunes, e a presidente da Junta de Freguesia da União de Freguesias de Cernache do Bonjardim, Nesperal e Palhais, Filomena Bernardo. Os dois autarcas depuseram a coroa de flores no nicho, que faz parte do recinto do Seminário das Missões.

Na hora dos discursos, o presidente da Câmara destacou a importância da figura de S. Nuno de Santa Maria, apresentando-o como um exemplo a seguir pelo estilo de vida de escolheu. Chegou a ser uma das pessoas mais ricas de Portugal, mas depois acabou por dar tudo o que tinha “e isso não é para qualquer pessoa”, realçou José Farinha Nunes, destacando as facetas de “guerreiro, lutador e santo” do homenageado.

Para o autarca, o exemplo de vida de Nuno Álvares Pereira deve ser imitado por aquilo que representa na história de Portugal e na religião católica.

“Temos a sorte de ter nascido na nossa terra o grande ou talvez o maior português da nossa história”, disse a anfitriã Filomena Bernardo, depois de agradecer a presença de todos.

A eleita pediu “aos cernachenses que nunca percam a alma de guerreiros de S. Nuno, do Condestável”. “Desejo que para o ano a pandemia nos deixe festejar esta romaria com alma e coração”, concluiu.

Nuno Álvares Pereira nasceu em 1360, nos Paços de Cernache de Bonjardim. Era filho de um dos mais ilustres senhores do reino, D. Álvaro Gonçalves Pereira, Prior da Ordem Militar dos Hospitalares. D. Nuno teve uma educação militar, típica dos nobres. Foi canonizado no dia 26 de abril de 2009, no Vaticano, pelo Papa Bento XVI, depois de ter sido beatificado, 90 anos antes (em 1918), pelo Papa que adotou o nome Bento XV.

O seu processo de canonização tinha sido reaberto no dia 13 de julho de 2004, nas ruínas do Convento do Carmo, em Lisboa, com uma sessão solene presidida por D. José Policarpo.

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -

COMENTÁRIOS

Please enter your comment!
O seu nome