Abrantes | Nova praia fluvial de Fontes já funciona e tem nadador salvador

A praia fluvial de Fontes, no concelho de Abrantes, já está a funcionar e com nadador salvador desde a semana passada, a cargo do Município. O Centro Social, Desportivo e Recreativo de Portela, naquela freguesia, assumiu a exploração do bar da Praia Fluvial de Fontes. A decisão foi tomada pela Câmara Municipal de Abrantes na sequência de um concurso público “deserto” para a concessão daquele espaço de lazer, e depois daquela associação da Portela ter manifestado interesse na cedência daquele equipamento, com o objetivo de aplicar os dividendos na freguesia.

PUB

A praia fluvial de Fontes encontra-se a funcionar “com uma boa adesão de banhistas” deu conta o vice-presidente da Câmara Municipal de Abrantes, João Gomes, no dia 24 de julho, durante a reunião de Executivo.

“Conseguimos fechar ontem [contrato] com um nadador salvador” avançou João Gomes, admitindo dificuldades na contratação. “Fizemos mais de 200 telefonemas para conseguir neste momento contratar um nadador salvador” disse, garantindo presença na praia “no decorrer da próxima semana”.

PUB

A falta de concessionário para a nova praia fluvial de Fontes, no rio Zêzere, no concelho de Abrantes tem assim solução para este verão de 2018. Apesar de pronta, com os respetivos equipamentos, a praia fluvial não assegura vigilância uma vez que o concurso público para a concessão responsável pela gestão dos equipamentos, nomeadamente do bar de apoio e do selo de praia fluvial, ficou vazio.

No entanto, o Centro Social, Desportivo e Recreativo de Portela assumiu a exploração do bar no sentido de dinamizar a praia e a Câmara Municipal assumiu assim a contratação de um nadador salvador.

Praia fluvial de Fontes. Créditos: Centro Social, Desportivo e Recreativo de Portela.

A Câmara Municipal de Abrantes autorizou a utilização e exploração, a título gratuito, do bar e, consequentemente, das casas de banho para apoio ao mesmo pelo Centro Social, Desportivo e Recreativo de Portela até 30 de setembro de 2018, desde que as condições climatéricas se mostrem favoráveis, com a finalidade de angariação de fundos para efetuar atividade da associação.

As obras avançaram pelo valor de 150 mil euros. E quem for à praia de Fontes, que na verdade dista cerca de quatro quilómetros da aldeia, pode ver a piscina a flutuar no rio com muitos banhistas a usufruírem da zona de lazer.

Emoldurada por uma abundante vegetação em tons de verde em espelho nas límpidas águas do Zêzere, a praia fluvial de Fontes situa-se num recanto que privilegia o descanso e o silêncio, por vezes quebrado por uma ou outra embarcação de recreio.

Praia Fluvial de Fontes, Abrantes

A infraestrutura dispõem de serviços de apoio que contam com nove lugares de estacionamento, um dos quais para pessoas com mobilidade reduzida, acessos pedonais, um bar com 18,75 metros quadrados, sanitários, balneários, duches com uma área de 24 metros quadrados, um ponto de água potável, uma zona de lazer equipada com mesas, bancos e papeleiras, um parque para contentores de resíduos indiferenciados e ecoponto e iluminação pública bem como piscina flutuante na água, apenas para adultos, embora tenha cerca de 1 metro e meio de profundidade.

Tal como pode comprovar o mediotejo.net no local, foi também criada uma zona de proteção interdita a viaturas.

A época balnear abriu oficialmente dia 1 de julho.

Praia Fluvial de Fontes, Abrantes

PUB
PUB
Paula Mourato
A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).