Fátima | Via-sacra dos Valinhos vandalizada durante a madrugada

Foto: D.R. Fonte: Instituto Santo Condestável

Quatro das 14 capelas da Via-sacra dos Valinhos ou Caminho dos Pastorinhos, em Fátima, concelho de Ourém, entre a terceira e a sétima estação, foram vandalizadas com spray amarelo e palavras obscenas durante a noite entre quinta-feira, 25 julho, e sexta-feira, 26, num horário em que o espaço não tinha vigilância (20h00 e 08h00). O Santuário de Fátima já cobriu os espaços e vai proceder a trabalhos de limpeza.

PUB

“Este ato revela desrespeito por um lugar importante para os crentes”, comentou ao mediotejo.net o gabinete de comunicação do Santuário de Fátima. O caso foi entregue às autoridades e a instituição procurou de imediato limpar os monumentos, mas constatou que este será um trabalho demorado.

“Prometemos ser breves mas há condicionantes técnicas que têm de ser observadas nomeadamente a escolha e o teste dos produtos que serão mais adequados para remover a tinta amarela da cantaria, que é feita de uma pedra especial”, adiantou.

Capelas vandalizadas já foram vedadas Foto: Santuário Fátima

Entretanto as capelas já foram vedadas e tapadas, com a indicação no exterior da correspondente imagem da estação. “O que queremos é evitar que os peregrinos sejam incomodados”, adiantou o gabinete de comunicação.

A Via-sacra dos Valinhos foi construída com o apoio dos católicos húngaros na década de 60, sendo um espaço muito procurado pelos grupos organizados de peregrinos, sobretudo estrangeiros. Além da componente litúrgica, apresenta o trajeto que os pastorinhos faziam entre Aljustrel e a Cova da Iria.

PUB

A primeira pedra da Via-sacra foi benzida em 21 de junho de 1959 e a primeira pedra da capela em 11 de agosto de 1962. As estações foram benzidas no dia 12 de maio de 1964. A 15.ª estação, benzida e inaugurada em 13 de outubro de 1992, foi oferecida pela paróquia húngara de Lajosmizse em sinal de gratidão pela “ressurreição” da Hungria. Os painéis das estações, em baixo relevo são da autoria de Maria Amélia Carvalheira da Silva.

O Santuário, habitualmente no seu ano pastoral, promove três momentos organizados de celebrações naquele espaço. Desde logo uma via-sacra na sexta feira santa, e depois no 21 de março, para assinalar a data da primeira aparição do Anjo na Loca do Cabeço, e no dia 19 de agosto, para assinalar a aparição de Nossa Senhora nos Valinhos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here