Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Domingo, Julho 25, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

XTerra Portugal levou centenas de triatletas de todo o mundo à Golegã (C/FOTOS)

Um dos eventos mais aguardados do ano levou à Golegã mais de 700 atletas de todas as idades para a disputa de competições dedicadas ao todo-o-terreno que preencheram a região durante dois dias. O XTerra Portugal recebeu a competição pontuável para o XTerra Europe e Taça de Portugal PORterra, a disputa do Campeonato Nacional Jovem e a realização de uma Prova Aberta.

- Publicidade -

Durante o primeiro dia de provas, 27 de maio, as atenções foram direcionadas para a competição que dá nome ao evento. O XTerra Portugal trouxe perto de duas centenas de triatletas de todo o mundo que procuraram, na Golegã, a conquista de importantes pontos para a competição do XTerra Europe, bem como a qualificação para Maui, local que recebe anualmente o XTerraWorldChampionship. Na mesma prova, apenas para os atletas e clubes nacionais, foi possível pontuar para a terceira etapa da Taça de Portugal PORterra.

- Publicidade -

Todos os que alinharam à partida para esta competição foram desafiados a demonstrar enorme qualidade e capacidade técnica ao longo de todo o percurso. Na competição feminina a húngara Brigitta Poór provou ser uma das favoritas à vitória logo nos momentos inicias. Alcançou a liderança durante o segmento de 1,5km de natação e não a voltou a perder até cortar a meta final. Após mais 33km de ciclismo e 10km de corrida a húngara cortou a meta com uma vantagem superior a três minutos para a segunda classificada, a austríaca Carina Wasle. O terceiro lugar da competição feminina foi conquistado pela atleta da República Checa, Helena Erbenova.

Na frente masculina podemos afirmar que a disputa pela liderança fez-se cumprir por intermédio de vários atletas mas que foi Ruben Ruzafa Cueto, Espanha, quem levou a melhor frente à concorrência. Apesar de ter sido apenas o quarto homem à saída da água, foi durante o segmento de ciclismo que se distanciou e deu inicio à vantagem que viria a alargar ao longo da prova. Com uma corrida excepcional o espanhol cortou a meta com uma vantagem superior a três minutos. O belga Yeray Luxem foi segundo classificado e o francês Francois Carloni encerrou o pódio masculino na terceira posição.

Aos portugueses em competição coube também a tarefa de competir pelos seus clubes naquela que foi a terceira etapa da Taça de Portugal PORterra. Para além da conquista dos pontos para a competição internacional os triatletas das formações lusas focaram-se em unir esforços e representar as suas equipas num desafio que colocou à prova todos os participantes. Entre as mulheres foi Sheila Marques, Outsystems Olímpico de Oeiras, a primeira a cruzar a linha da meta. A triatleta venceu a etapa da competição nacional de forma categórica e terminou a prova da elite feminina na oitava posição. Pauline Vie, Alhandra Sporting Club, foi mesmo a primeira atleta em competição a surgir à saída da água mas o ritmo imposto por Sheila Marques durante o ciclismo acabou por delegá-la ao segundo posto. O terceiro lugar da competição feminina foi ocupado por intermédio da atleta da casa, o Núcleo do Sporting da Golegã, Filipa Gonçalves.

Nos homens foi Rui Dolores o triatleta em destaque. Apos o segmento inicial da competição surgia em sexto lugar da geral masculina, primeiro entre os que disputavam a Taça de Portugal, e foi ao longo de toda a prova um dos elementos em luta constante pelos lugares cimeiros da competição. No que toca à competição nacional, Rui Dolores venceu com hegemonia e cortou a meta com uma vantagem superior a dezasseis minutos para o segundo classificado. De louvar será, igualmente, a classificação do triatleta do Amiciclo Grândola, que terminou a prova pontuável para o XTerra Europe na sexta posição. Rui Galinha, Núcleo do Sporting da Golegã, foi segundo classificado e Rafael Gomes, Estoril Praia Fisiogaspar, terminou a prova na terceira posição.

Em termos coletivos a etapa da Taça de Portugal PORterra foi ganha por intermédio do Núcleo do Sporting da Golegã, em femininos, e do Amiciclo Grândola, em masculinos. O pódio masculino ficou concluído com a presença do Núcleo do Sporting da Golegã, em segundo lugar, e do SFRAA Triatlo, em terceiro.

No segundo dia de provas, 28 de maio, foi a vez dos mais novos entrarem em competição e disputarem a sexta etapa do Campeonato Nacional Jovem. Desta feita, disputada no formato de Aquatlo, a competição contou com perto de 500 atletas inscritos e trouxe à região toda a animação, ingenuidade, aprendizagem e competitividade tão natural nas competições do calendário Jovem.

Todos os atletas que alinharam à partida para esta prova foram desafiados a percorrer distâncias que variaram consoante o seu escalão e que totalizaram entre os 50m de natação e 400 de corrida e os 300m de natação e 2km de corrida. Inês Azeitona, Clube 4 Estilos, e Ricardo Pissarra, Alhandra Sporting Club, venceram a prova na categoria de Benjamins. Cassilda Carvalho, Sport Lisboa e Benfica, e Rodrigo Pissara, Alhandra Sporting Club, conquistaram o escalão de infantis. Rafaela Silva , Clube Natação do Cartaxo, e Gabriel Santos foram os vencedores em Iniciados. Inês Rico, Alhandra Sporting Club, e Alexandre Silva, Sport Lisboa e Benfica, foram os melhores entre os Juvenis.

Em termos colectivos a vitória na etapa coube ao Alhandra Sporting Club que somou, na Golegã, a sua segunda vitória consecutiva na competição. Desta forma a formação vilafranquense iguala o Sport Lisboa e Benfica em numero de vitórias e garante a disputa pelo campeonato. O segundo lugar foi conquistado pelo Sport Lisboa e Benfica e o Clube de Natação de Torres Novas terminou a etapa na terceira posição.

No mesmo dia houve ainda espaço para a realização de uma prova aberta que reuniu todos os interessados em participar. A prova, também realizada em formato de Aquatlo, foi disputada ao longo de 300m de natação e 2km de corrida e apresentou-se como uma excelente oportunidade para quem procura dar os primeiros passos na modalidade. Daniela Sampaio, Alhandra Sporting Club, e João Protásio, Sport Lisboa e Benfica, foram os vencedores da prova.

O XTerra Portugal foi uma organização do Núcleo Sportinguista da Golegã e da Câmara Municipal da Golegã que contou com o apoio técnico da Federação de Triatlo de Portugal e que reuniu na região atletas de todas as idades para a disputa de provas de cariz nacional e internacional, num evento que foi dedicado em particular a todos os amantes do todo-o-terreno.

*Federação Portuguesa de Triatlo

Fotos: Jorge Santiago e David Pereira

Nasceu a 30 de Janeiro de 1961 em Lisboa e cresceu no Alentejo, em Santiago do Cacém. Dali partiu em 1980 para ingressar no Exército e no Curso de Enfermagem. Foi colocado em Santa Margarida e por aqui fez carreira acabando por fixar-se no Tramagal em 2000. A sua primeira ligação à Vila "metalúrgica" surge em 1988 como Enfermeiro do TSU. Munido da sua primeira câmera digital, em 2009 e com a passagem à situação de reserva, começou a registar a fauna do Vale do Tejo, a natureza e o património edificado da região, as ruas, as pessoas... Com colaborações regulares em jornais da região e nacionais este autodidata acaba por conseguir o reconhecimento público, materializado em alguns prémios. Foi galardoado na 8ª Gala de Cultura e Desporto de Tramagal na categoria de Artes Plásticas (Fotografia) em 2013.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here