Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Julho 31, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Voz aos Autarcas: Jacinto Lopes, Ferreira do Zêzere

Com a chegada do Verão, aproveito para lançar o desafio a todos para que venham conhecer e desfrutar de Ferreira do Zêzere. O trabalho dos últimos anos começa agora a dar frutos e o aumento turístico na nossa região é já visível.

- Publicidade -

Os desportos náuticos estão novamente na moda, fruto do trabalho intensivo e do esforço realizado, com destaque para a realização de mais uma edição do mundial de Wakeboard. O Campeonato NAUTIQUE Pro Am Europeu realizado recentemente em junho repetiu a excelência do ano passado e contou com a presença dos melhores Wakeboarders do mundo, estiveram em competição 86 atletas oriundos de 12 países de todo o mundo, desde Austrália até à Rússia.

Durante os três dias de competição, os comentários dos atletas e organização não podiam ter sido melhores e o Lago Azul é já considerado por todos como um dos melhores locais do mundo para a prática de wakeboard.

- Publicidade -

A gastronomia é já também um dos cartões-de-visita do nosso concelho, que dispensa apresentações e que encanta qualquer pessoa. Fruto do trabalho conjunto com os restaurantes e estabelecimentos de tapas&petiscos foi possível criar e afirmar cinco festivais gastronómicos anuais que fazem as delícias de quem nos visita, para além das especialidades típicas locais também cada vez mais procuradas como é o caso do peixe do rio, leitão à ferreirense, bifinhos no chapéu, Tigeladas de Ferreira do Zêzere, bolos bons maridos e boas esposas, queijo das Areias, entre outros.

Falando agora de economia local, acessibilidades e interioridade, a autoestrada A13, uma importante via de comunicação estratégica na nossa região, que permite o acesso a Coimbra e toda a zona norte do País, assim como à zona litoral através do IC9, continua sem qualquer baixa de preços de portagens, sendo importante que seja revisto por uma questão de igualdade em relação à vizinha A23 cujas tarifas são agora mais acessíveis, não fazendo sentido que na mesma região exista este género de discriminação, que continua a afetar as nossas empresas, cidadãos e também o turismo.

No que diz respeito à requalificação da estrada nacional 238, continuamos sem novidades, sendo no entanto também urgente que sejam efetuadas obras de melhoria nesta importante via que faz a ligação com Sertã, até porque muitas das necessidades identificadas prendem-se com situações de segurança da própria via como é do conhecimento público e tem sido alvo de notícias diversas. A nossa posição é sempre de prevenir, para evitar males maiores ou tragédias rodoviárias.

Termino com uma nota importante e positiva. Fruto do bom trabalho de gestão, a autarquia de Ferreira do Zêzere continua a reduzir a despesa corrente, assim como o prazo médio de pagamento a fornecedores, situando-se atualmente em cerca de 15 dias e com tendência a baixar. Temos por isso o orgulho em afirmar que somos um Município com as contas em dia e preparado para o Portugal2020, sendo desejável que rapidamente se implementem alterações nas tipologias de projetos, para que de fato o Portugal2020 seja o catalisador de investimentos que se mostram ainda necessários para consolidar as nossas infraestruturas.

Presidente da Câmara Municipal de Ferreira do Zêzere

- Publicidade -
- Publicidade -

1 COMENTÁRIO

  1. Sobre as portagens da A13, já disse e repito, as mesmas deviam acabar no troço entre a Atalaia e Tomar visto que aquela infraestrutura foi construída e paga no tempo da JAE e depois dada de borla `Ascendi. O mesmo se passa com o troço da A23 entre a A1 e a saída de Abrantes que foi construída pela JAE e depois dada de bandeja à SCUTVIAS. Esses dois troços deveriam ser gratuitos até porque, obrigatoriamente, são utilizados pelos utentes do CHMT (Hospitais de Torres Novas, Tomar e Abrantes) todos os dias bem como pelos seus familiares e também pelos empregados e serviços dos 3 Hospitais. Agora essa espécie de bónus de 15% na A23 não passa de mais uma provocação è economia regional e à carteira de cada um de nós. Os autarcas desta região alargada, sejam do partido do poder, dos partidos apoiantes do governo ou dos partidos da oposição, deviam unir-se e defender os interesses da sua região, dos seus concelhos e dos seus munícipes. Ainda estão a tempo para mostrar o que valem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome