Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Domingo, Setembro 19, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

VNBarquinha | Primeira tourada da era Covid na região realiza-se este sábado

Este sábado à noite voltam a acender-se as luzes da Praça de Touros de Vila Nova da Barquinha, para ver um cartel composto pelos cavaleiros João Moura Caetano, Miguel Moura e Paco Velásquez, com Forcados Amadores da Chamusca e Aposento da Chamusca, e touros das ganadarias de Paulo Caetano e Maria Guiomar Cortes de Moura. É o primeiro evento tauromáquico a realizar-se na região do Médio Tejo desde o início da pandemia de covid-19 e a empresa Costume Genuíno, concessionária do espaço que é propriedade da Santa Casa da Misericórdia, espera ver uma casa bem composta, cumprindo as regras impostas pela Direção-Geral de Saúde.

- Publicidade -

Para os aficionados que não possam ou não queiram deslocar-se à praça, onde há descontos para famílias e bilhetes com preços a partir dos 15 euros, é possível também comprar um ingresso para assistir à corrida online, em direto.

Inaugurada em 1853, a Praça de Touros da Barquinha é a segunda mais antiga de Portugal (a de Abiúl, em Pombal, foi construída três anos antes).

- Publicidade -

O cavaleiro Miguel Moura. Créditos: toureio.pt

O cavaleiro Miguel Moura antevê com expectativa esta corrida e diz que, num ano atípico para todos, tentou tirar “o melhor partido das vicissitudes que surgiram, treinando diariamente e preparando a quadra da melhor maneira, de forma atempada”.

Frente a Moura Caetano e Paco Velásquez espera proporcionar um grande espectáculo na noite de sábado. “Vamos certamente, os três, dar o nosso melhor e é esta competição que leva os aficionados à praça. Já tive o prazer de várias vezes partilhar cartel com o meu primo Moura Caetano, que está num grande momento da sua carreira, e é uma noite especial para Paco Velasquez, pois tirará a sua prova de praticante, e desejo-lhe votos do maior sucesso e muitos triunfos!”

Pedro Coelho dos Reis, Cabo do Grupo de Forcados Amadores do Aposento da Chamusca, também se mostra entusiasmado por poder fazer a primeira corrida da temporada. Vão ser dois os grupos da Chamusca em praça, mas Pedro Reis diz que “a motivação nunca reside no grupo com quem compartilhamos cartaz, mas sim connosco próprios e com os toiros que pegamos”. Com a imagem de Nossa Senhora de Fátima sempre a acompanhá-los, prometem tudo fazer para proporcionar uma grande noite aos público aficionado.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome