Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Sábado, Maio 8, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

VN Barquinha | Trilho Panorâmico do Tejo vai requalificar 14 km de margem ribeirinha até Constância (c/áudio)

Passadiços, pontes e miradouros abraçados pela natureza verdejante e guiados pelas águas do Tejo, num percurso de 14 km que pretende ligar as vilas de Barquinha a Constância. É o “Trilho Panorâmico do Tejo”, um projeto desenvolvido pelo Município de Vila Nova da Barquinha que, através do reaproveitamento do já existente trilho de BTT, promete levar caminheiros e curiosos a desvendar a beleza dos recantos da região.

- Publicidade -

- Publicidade -

É um projeto complexo mas que caminha para a fase final. Depois de expropriações de terrenos, negociações com o Exército Português e do parecer positivo da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo (CCDR LVT), falta apenas a luz verde da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) para que o Município de Vila Nova da Barquinha possa avançar para o lançamento do concurso público da empreitada.

O presidente da Câmara Municipal, Fernando Freire (PS), mostra-se esperançoso de que “dentro em breve” o parecer da APA chegue, relembrando que os passadiços “têm alguns pressupostos, não podem ficar enquadrados na linha de água” e que “são muitos” os projetos em causa: “Tivemos de fazer um projeto per si para cada passadiço, ou seja, para cada passagem desnivelada”.

- Publicidade -

O Trilho Panorâmico do Tejo foi conhecido em 2019, quando foi a reunião de Câmara a proposta para adjudicação do projeto. Num investimento que ronda os 300 mil euros e com financiamento por parte de fundos comunitários a 85% já aprovado, no âmbito do Programa Portugal 2020, o projeto pretende usar o já existente trilho de BTT e unir os concelhos de Vila Nova da Barquinha a Constância através de um acesso pedonal e ciclável entre o Parque de Escultura Contemporânea de Almourol e o Centro Náutico de Constância.

O percurso tem uma extensão de 14 quilómetros à beira rio. Foto: CM VNB

A passar por locais como o icónico Castelo de Almourol, Tancos, Fonte da “Galiana” e Cais de Pai Avô, sempre com o rio Tejo como cenário de fundo, o projeto inclui empreitadas na zona de lazer do Cais de Pai Avô, de regularização e nivelamento do solo através de pontes, corrimões, passadiços e miradouros, bem como de colocação de placas identificativas das espécies arbóreas no parque ribeirinho.

Passando por terrenos privados, militares, do Estado e das Infraestruturas de Portugal, foi presente a reunião de Câmara Municipal a 14 de abril de 2021 um aditamento ao protocolo de colaboração celebrado em 2008 entre o Exército Português – Regimento de Engenharia N.º1 e o Município de Vila Nova da Barquinha (no qual é estabelecida a administração do Castelo de Almourol e respetivos acessos) através do qual passa a ser permitida a utilização e implementação nos terrenos da Engenharia dos trilhos.

Áudio | Presidente da CM VNB faz ponto de situação sobre projeto do Trilho Panorâmico do Tejo

Aprovado por unanimidade pelo executivo camarário este aditamento e aguardando pela resposta da APA, o autarca barquinhense refere a importância de abrir em breve o concurso público, o qual “tem de ser concluído durante o corrente ano, sob pena de perda do financiamento”.

Mas questionado pelos jornalistas sobre se em 2022 já haverá Trilho Panorâmico do Tejo, Fernando Freire responde convictamente: “Sim, teremos, de certeza absoluta!”.

Abrantina mas orgulhosa da sua costela maçaense, rumou a Lisboa com o objetivo de se formar em Jornalismo. Foi aí que descobriu a rádio e a magia de contar histórias ao ouvido. Acredita que com mais compreensão, abraços e chocolate o mundo seria um lugar mais feliz.

- Publicidade -
- Publicidade -

COMENTÁRIOS

Please enter your comment!
O seu nome