VN Barquinha | Suinicultura definitivamente encerrada para alívio de moradores e autarcas

Ao fim de quase 30 anos de funcionamento, a instalação suinícola situada na Herdade do Colmeiro, numa encosta sobranceira a Vila Nova da Barquinha, foi definitivamente encerrada. Para moradores e autarcas, era a origem dos maus cheiros que afetavam Moita do Norte, Vila Nova da Barquinha e outras localidades envolventes.

PUB

PUB

De acordo com um ofício da Direção Geral de Alimentação e Veterinária recebido na Câmara, estava previsto que a exploração concluísse o despovoamento (ou seja a retirada total dos porcos) na primeira semana de fevereiro, mas, alegando razões do foro zootécnico, a empresa informou aquela entidade da impossibilidade do cumprimento do prazo e solicitou a prorrogação para a semana de 16 a 23 de fevereiro, a qual mereceu a concordância da DGAV.

Esta semana, deslocaram-se à suinicultura elementos dos serviços de fiscalização da Câmara que confirmaram o encerramento da exploração, revelou o Presidente da Câmara na sessão da Assembleia Municipal do dia 28 de fevereiro.

PUB

Fernando Freire afirmou que este desfecho foi o resultado de uma “luta tenaz”, que incluiu processos judiciais, mas frisou que a Câmara atuou sempre “com ponderação e muita parcimónia”.

A exploração não possuía licença ambiental nem licença de utilização, e por isso foi mandada encerrar pela Direção Regional de Agricultura.

PUB
PUB
José Gaio
Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).