Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sexta-feira, Outubro 22, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

VN Barquinha | Retrato de um concelho em crescimento em Dia de Santo António

Os dados estatísticos revelam que Vila Nova da Barquinha é um território que, dada a sua localização estratégica, tem conseguido não só manter a sua população como até aumentar o número de habitantes. Neste concelho à beira Tejo que assinala o seu feriado este sábado, dia 13 de junho, dia de Santo António, não se pode falar de desertificação. Apesar de haver uma fatia significativa da população envelhecida, também se regista um gradual aumento da natalidade.

- Publicidade -

Já se sabia que a população escolar do concelho tem vindo a aumentar graças à qualidade do parque escolar, considerado de excelência, ao projeto educativo em execução, e à localização estratégica (proximidade à A23 e à linha férrea). Estes fatores de atratividade obrigaram, aliás, à abertura de mais uma sala no jardim de infância da vila no ano escolar que está agora a terminar.

São 828 os alunos que frequentam o ensino no concelho de Vila Nova da Barquinha: 147 nos jardins de infância, 246 no 1° ciclo e 435 do 2° ciclo ao ensino secundário, sendo que há uma percentagem significativa de alunos que vêm de concelhos vizinhos.

- Publicidade -

Segundo o Instituto Nacional de Estatística, em 2019, nasceram 50 bebés de mães de Vila Nova da Barquinha, mais três do que no ano anterior. Em 2017, houve um pico de 60 crianças, mas os anos anteriores foram pouco “férteis”: 38 em 2016, 42 em 2015 e 46 em 2014.

Vila Nova da Barquinha, um concelho em crescimento. Foto: DR

As estimativas do INE quanto a população (o próximo recenseamento geral será em 2021) revelam um crescimento da população residente. EM 2018, último ano de que há dados disponíveis, residiam no concelho 7.402 habitantes. No ano anterior seriam 7.381, em 2016, 7.314, e em 2015, 7.286 habitantes.

Quanto a casamentos, também se verifica um crescente índice de nupcialidade nos últimos anos. EM 2019, foram celebrados pelo registo 50 casamentos entre pessoas de sexo oposto e um entre pessoas do mesmo sexo, neste caso, masculino.

Em 2015 registaram-se 33 casamentos heterossexuais, 37 em 2016, 40 em 2017 e 51 em 2018.

Vila Nova da Barquinha. Foto: Arlindo Homem

Em relação a óbitos, Vila Nova da Barquinha não foge à regra de um fenómeno que é transversal a todo o país: saldo natural negativo, ou seja, morrem mais pessoas do que nascem. O concelho registou em 2019, 114 óbitos (mais do dobro de nascimentos, que nesse ano foram 50), 99 em 2018, 88 em 2017, 90 em 2016 e 96 em 2015.

Para complementar esta breve caracterização demográfica, a PORDATA – projeto da Fundação Francisco Manuel dos Santos, tem vindo a divulgar uma série de retratos estatísticos sobre cada um dos 308 municípios portugueses, fazendo-o para assinalar os respetivos feriados municipais.

No caso de Vila Nova da Barquinha, segundo a PORDATA, cujos dados se reportam a 2018, por cada mil residentes no concelho, 10 são estrangeiros. Por cada 100 residentes, há 12 jovens com menos de 15 anos, 62 adultos e 26 idosos com 65 ou mais anos.

O Centro de Negócios de Vila Nova da Barquinha situa-se a norte do nó da A23. Foto: DR

Há 213 idosos por cada 100 jovens, mais 56 idosos do que a média nacional. Por cada 100 residentes com 15 ou mais anos, há 47 pensões atribuídas pela Segurança Social e pela Caixa Geral de Aposentações.

Ainda segundo a PORDATA, com base em dados de 2018, em média os trabalhadores por conta de outrem ganhavam 840€, 327€ abaixo do ganho médio a nível nacional.

Nesse ano existiam seis alojamentos turísticos, mais cinco do que em 2010, três farmácias e dois bancos e caixas económicas, em igual número do que em 2010.

Vila Nova da Barquinha. Foto: Arlindo Homem

Em 2018, o saldo financeiro positivo da Câmara era de +21 mil € (receitas: 7,7 Milhões €; Despesas: 7,6 Milhões €). Das despesas da Câmara 9 por cento foram destinadas à cultura e desporto, valor inferior ao de 2010 (14% do total das despesas). Oito por cento das despesas do município são relativas ao ambiente, idêntico ao valor registado a nível nacional (8%)

Quanto ao valor médio de avaliação bancária da habitação, em 2018, foi de 869 € por m2, 323 € inferior à média nacional. Não é por acaso que Vila Nova da Barquinha é um dos concelhos com maior dinâmica imobiliária da região do Médio Tejo, como o provam as dezenas de reabilitações que estão a decorrer em simultâneo no concelho.

Os dados estatísticos revelam que Vila Nova da Barquinha é um território que, dada a sua localização estratégica, tem conseguido não só manter a sua população como até aumentar o número de habitantes. Foto: DR

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome