Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Setembro 22, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

VN Barquinha | Projetos de canábis e frutos secos classificados como de Interesse Municipal (c/áudio)

A Assembleia Municipal de Vila Nova da Barquinha classificou como de Interesse Municipal duas empresas a instalar-se no Centro de Negócios, no âmbito do regulamento “Barquinha Mais Investimento”. No total, os dois negócios preveem a criação de 36 postos de trabalho.

- Publicidade -

No caso da empresa Follium Próprio, na área da canábis medicinal, estava já anteriormente instalada no Ninho de Empresas – CAIS, tendo decidido este ano dar o passo para o Centro de Negócios, adquirindo os três últimos que se encontravam disponíveis.

Destinada ao cultivo, importação e exportação de cannabis para fins medicinais, esta empresa prevê a criação de 14 postos de trabalho e havia já sido classificada como de Interesse Municipal pelo executivo camarário.

- Publicidade -

O mesmo ocorreu com a CR NUTS, empresa na área do comércio e indústria de frutos secos que, com a instalação no Centro de Negócios, irá gerar a criação de 22 postos de trabalho.

Ambos os projetos foram agora classificados como de Interesse Municipal pelo órgão deliberativo máximo do concelho barquinhense.

Refira-se que segundo o Regulamento Municipal de Incentivo à Fixação de Empresas, “Barquinha Mais Investimento”, “são beneficiários potenciais dos apoios a conceder as entidades empresariais de qualquer natureza e sob qualquer forma jurídica que se proponham implementar projetos de desenvolvimento com tradução na criação líquida de emprego no concelho de Vila Nova da Barquinha e cujo interesse municipal seja formalmente reconhecido pelo Município.”

Os apoios de natureza fiscal a atribuir a estas empresas consistem na isenção de pagamento do Imposto Municipal sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis, do IMI (Imposto Municipal sobre Imóveis), da Derrama, entre outros.

Na sessão de Assembleia Municipal de Vila Nova da Barquinha de 24 de junho, o presidente do Município, Fernando Freire, fez um olhar sobre a atual situação do Centro de Negócios em termos de criação de emprego. São atualmente 267 os postos de trabalho existentes entre as várias empresas já instaladas.

ÁUDIO | Fernando Freire fala sobre postos de trabalho criados no Centro de Negócios

Contando com as empresas que já adquiriram terrenos mas que ainda não iniciaram atividade, como é o caso das duas que viram agora o carimbo de Interesse Municipal, o autarca estima um total superior a 300 postos de trabalho no Centro de Negócios (sem contar ainda com o BARK – Bioparque Barquinha, que prevê a criação de cerca de 200 postos de trabalho – direto e indireto).

Conforme havia já referido ao mediotejo.net, o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha reforçou a necessidade de se “começar a pensar seriamente numa expansão da zona industrial”, bem como “ pensar onde é que vamos buscar tanta mão-de-obra”.

Abrantina mas orgulhosa da sua costela maçaense, rumou a Lisboa com o objetivo de se formar em Jornalismo. Foi aí que descobriu a rádio e a magia de contar histórias ao ouvido. Acredita que com mais compreensão, abraços e chocolate o mundo seria um lugar mais feliz.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome