- Publicidade -

Quarta-feira, Janeiro 26, 2022
- Publicidade -

VN Barquinha | Presidente da Câmara representa município na manifestação pelo Tejo

A Câmara de Vila Nova da Barquinha vai estar representada pelo seu presidente, Fernando Freire (PS) na manifestação que vai decorrer dia 4 de março, sábado, em Vila Velha de Rodão contra a poluição no rio Tejo e seus afluentes, anunciou a autarquia.

- Publicidade -

Em nota de imprensa, o município refere que na decisão, tomada por unanimidade em reunião do executivo camarário, foi deliberado “relevar que a poluição no rio em muito prejudica os investimentos realizados pela autarquia, nos últimos anos”, posição que “será dada a conhecer ao Governo”.

Relativamente à poluição no Tejo, o executivo municipal sustenta que “o que aconteceu no início do mês de fevereiro no rio Tejo não pode voltar a acontecer”, tendo afirmado que a “forte poluição das suas águas quando em confronto com as águas límpidas do rio Zêzere é uma afronta à saúde pública, à qualidade de vida e ao turismo do nosso concelho”.

- Publicidade -

De acordo com o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha, Fernando Freire (PS), urge pôr “fim ao sentimento de impunidade dos poluidores aplicando as devidas sanções, e em tempo útil, sob pena de continuarmos a assistir a este desastre ecológico”, tendo lembrado que, nos últimos dias, “multiplicaram-se nas redes sociais e órgãos de comunicação social imagens impressionantes da água contaminada e poluída, junto à Foz do Zêzere, que desagua no rio Tejo, junto a Constância”.

“Temos de pôr fim ao sentimento de impunidade dos poluidores, aplicando as devidas sanções em tempo útil, sob pena de continuarmos a assistir a este desastre ecológico. Fizemos um enorme esforço na promoção da gastronomia, do turismo, na valorização do Castelo de Almourol e na reabilitação das margens do rio, nos cais, nos parques ribeirinhos e no ambiente com a instalação de sistemas de águas residuais, a última a funcionar na Praia do Ribatejo, desde dezembro de 2016. Urge salvar o Tejo, enquanto é tempo”, vincou.

- Publicidade -

O autarca lembrou ainda que o Governo, entre outras medidas, criou entretanto uma Comissão de Acompanhamento sobre a Poluição no Rio Tejo, e apresentou o Plano Nacional de Fiscalização e Inspeção Ambiental, no passado dia 19 de janeiro em Abrantes.

 

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome