Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Quarta-feira, Dezembro 1, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

VN Barquinha | Órgãos autárquicos tomam posse para mandato onde “ninguém se deve pôr de fora da cultura do diálogo”

“Continuar a dignificar Vila Nova da Barquinha” num ambiente de serenidade e querer comum onde o diálogo esteja presente é a meta para os próximos quatro anos. Na cerimónia de tomada de posse dos eleitos para os órgãos autárquicos barquinhenses, o presidente reeleito, Fernando Freire (PS), assumiu querer continuar a ser “o presidente de todos” e defendeu a necessidade de ouvir as pessoas, combater a mentira e exercer um serviço público “para servir e não [para] se servir”.

- Publicidade -

- Publicidade -

“O futuro é duro trabalho, é tudo o que nós juntos quisermos que seja e formos capaz de construir”, exclamou Fernando Freire, o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha reeleito para um terceiro mandato à frente dos destinos do concelho.

Perante uma Praça da República repleta de antigos e atuais autarcas, entidades militares, concelhias e população, os eleitos para a Câmara e Assembleia Municipais prestaram este sábado, 16 de outubro, juramento para servir o concelho nos próximos quatro anos.

- Publicidade -

Com o projeto socialista a conquistar a maioria absoluta em todos os órgãos autárquicos, Fernando Freire admite que estes resultados mostram o caminho certo que vem sendo levado pela sua governação, pautada por uma máxima à qual pretende dar continuidade: ser “todos os dias, o presidente de todos”.

Num discurso que começou com uma interrupção por parte de uma aeronave que sobrevoou a Praça da República – entendido como “um bom prenúncio” quanto ao processo de tornar o aeródromo de Tancos num aeroporto com uso civil – Fernando Freire começou por agradecer aos autarcas que cessaram funções (como Rui Constantino, que ao longo de duas décadas serviu o concelho como vereador e vice-presidente da autarquia) e deixar claro o propósito do seu mandato: “Continuar a dignificar Vila Nova da Barquinha!”.

ÁUDIO | Discurso do presidente empossado da Câmara Municipal de VN Barquinha:

“Vou iniciar o meu último mandato. Conforme consagrado em programa eleitoral, reafirmo que o nosso compromisso político distribuído à população é para cumprir. Como cumprimos em 2017-2021!”, reiterou, reafirmando as palavras ditas em 2013: “Não sou presidente; estou presidente! E estar presidente é ser presente, é ser transitório, com humildade e satisfação no exercício do cargo. Estar presidente é levar adiante um serviço público em que uma equipa se revê para falar de futuro e de esperança”.

Admitindo contar com a entrega, denodo, zelo e lealdade dos trabalhadores do município neste novo mandato, o edil sublinha que “ninguém se deve pôr de fora da cultura do diálogo” e que é importante “exercer um serviço público para servir e não [para] se servir”.

“Há que ouvir as pessoas. Certo que hoje o material, a riqueza, o efémero parecem superar a moral, os princípios e valores que nos formam eticamente. (…) É preciso garantir que as instituições democráticas não estejam subordinadas a qualquer tipo de populismo. (…) É preciso combater a mentira!”, anunciou, acrescentando que não pactuará com “vozes de suspeitas infundadas e de falsidade”.

“Em democracia, é tão importante estar a governar como na oposição, e a ação governativa será tanto melhor quanto melhor for o trabalho de escrutínio e as alternativas das oposições feitas com responsabilidade e oportunidade. Estamos abertos, sim, ao contraditório, ao respeito mútuo”, disse ainda o presidente reeleito.

COMPROMISSO COM O SOCIAL, ARTICULAÇÃO COM A COMUNIDADE E O REPTO PARA A AUDÁCIA

As linhas de atuação para o próximo quadriénio foram colocadas em cima da mesa. Da área social à educação, da cultura ao investimento, do ambiente às acessibilidades, Fernando Freire garantiu empenho, compromisso e articulação para com a comunidade barquinhense.

“Queremos continuar como a melhor Câmara da região no cumprimento dos prazos de licenciamento de obras; queremos o alargamento da Estrutura Residencial Para Pessoas Idosas da Santa Casa da Misericórdia de Vila Nova da Barquinha e da Associação de Bem-Estar das Madeiras; queremos as parcerias da Loja Social com apoio à população mais carenciada, em articulação estreita e rigorosa com a rede de instituições do concelho”, começou por elencar.

Apontando apoio aos bombeiros, coletividades e instituições, bem como o desenvolvimento nas áreas da educação e da cultura e o empenho na instalação de empresas aliado a uma capacitação e inovação empresarial, o autarca garantiu ainda “denodo com visibilidade nas Áreas de Regeneração Urbana, aposta na mobilidade entre concelhos limítrofes, (…) atenção às alterações climáticas, proteção ambiental, defesa do Tejo, segurança e proteção civil”, sem esquecer o empenho no aeroporto do Polígono Militar de Tancos.

“Sejamos audaciosos: caminhemos em rumo ao foco que nos une. Saibamos mantermos unidos na defesa dos interesses desta terra, cientes de que o futuro não é nada que nos é oferecido”, concluiu o presidente do Município.

ANTÓNIO AUGUSTO RIBEIRO REELEITO PARA PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA MUNICIPAL

“A gratidão é a memória do coração”, citou o presidente do órgão deliberativo barquinhense, agradecendo aos autarcas que cessaram funções. Tal não é o seu caso, tendo sido reeleito para liderar a mesa da Assembleia Municipal de Vila Nova da Barquinha em sessão ordinária ocorrida logo após a instalação dos órgãos autárquicos.

Da lista do PS apresentada e aprovada para a mesa da Assembleia Municipal constam ainda João Manuel Gralha como 1.º secretário e Maria de Fátima Martins como 2.ª secretária.

ELEITOS PARA OS ÓRGÃOS AUTÁRQUICOS DE VILA NOVA DA BARQUINHA

Câmara Municipal:

Fernando Freire (PS), Marina Honório (PS), Paula Pontes (PS), Paula Gomes da Silva (PSD), Manuel Mourato (PS)

Assembleia Municipal:

António Augusto Ribeiro (PS), Paulo Constantino (PS), Maria de Fátima Martins (PS), Nuno Gomes (PSD), Alfredo Garcia Coelho (CHEGA), João Manuel Gralha (PS), Paula Alexandra Duarte (CDU), Benjamim Reis (PS), Carla Cristina Cardoso (PS), José António Salvado (PSD), César Augusto Cardigos (PS), Anabela Oliveira Simões (CHEGA), António Nabo Martins (PS), Tânia Baptista Fernandes (PS), Anabela Cardoso Queiroz (PSD).

Juntas de Freguesia:

Atalaia – Manuel Honório (PS); Vila Nova da Barquinha – António Falua da Costa (PS); Praia do Ribatejo – José Augusto Pimenta (PS); Tancos – José Miguel Homem (PS).

Abrantina mas orgulhosa da sua costela maçaense, rumou a Lisboa com o objetivo de se formar em Jornalismo. Foi aí que descobriu a rádio e a magia de contar histórias ao ouvido. Acredita que com mais compreensão, abraços e chocolate o mundo seria um lugar mais feliz.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome