- Publicidade -

VN Barquinha | Novos investimentos vão elevar para 97% cobertura de saneamento básico (C/VIDEO)

Já está publicado em Diário da República o anúncio do procedimento para construção do sistema de drenagem de águas residuais de Limeiras e Matos, no concelho de Vila Nova da Barquinha. A empreitada, no valor de 1.1 milhão de euros, vai resolver um problema social e ambiental antigo e colocar o município com uma taxa de 97% de cobertura em saneamento básico, uma das taxas mais altas do Médio Tejo.

- Publicidade -

- Publicidade -

“Temos problemas históricos na nossa região de qualidade da água devido ao tratamento insuficiente de águas residuais urbanas ou industriais. A zona norte da freguesia da Praia, nas povoações de Portela das Laranjeiras, Laranjeira, Casal dos Pintainhos, Casal Jacinto, Vale Poços, Fonte Santa e Madeiras, ficou concluído no ano de 2020, com a ligação à ETAR da Praia do Ribatejo. Com a obra lançada agora a concurso público, para as localidades de Limeiras e Matos, e com execução no corrente ano, ficamos com a zona norte da freguesia da Praia quase toda coberta com saneamento básico”, disse hoje ao mediotejo.net o preside da Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha, Fernando Freire (PS).

“Dotar o país com uma rede eficaz de saneamento básico tem sido uma prioridade desde a instalação da democracia. Era um sonho antigo destas populações. Com o fecho do sistema à ETAR da Praia do Ribatejo, concluída em 2016, serão minimizados os impactos humanos nos recursos ambientais, em zona de rara beleza e até possuidora de fetos reais nos cursos de água adjacentes pelo que, obviamente, estou muito contente com esta notícia”, vincou.

- Publicidade -

Fernando Freire, presidente CM Vila Nova da Barquinha. Foto: mediotejo.net

O anúncio tem data de 5 de março e a declaração que a publicação em DR estaria para breve já havia sido feito pelo Presidente da Câmara na última sessão da Assembleia Municipal. Do plano de investimentos da empresa intermunicipal Tejo Ambiente, na qual o Município de Vila Nova da Barquinha detém uma quota de 7,6% do capital social, consta aquele investimento.

O valor base concursal é assim de 1,1 ME, apresenta um prazo de execução de 240 dias, e há agora um prazo de 30 dias a contar desde dia 5 de março para apresentação de propostas para as empresas concorrerem à empreitada.

Fernando Freire salientou que, quando aquele projeto estiver concretizado, o concelho fica com 97% de cobertura de saneamento básico, que é uma das taxas mais altas na região do Médio Tejo, a par do evidente reforço da qualidade do meio ambiente, eliminando as escorrências que se verificam para as linhas de água.

Fernando Freire, presidente da CM VN Barquinha, diz que novos investimentos vão elevar para 97% cobertura de saneamento básico no concelho. Foto: mediotejo.net

Também Benjamim Reis, presidente da Junta de Freguesia de Praia do Ribatejo, não escondeu a sua satisfação por uma obra há muito desejada por uma população servida, na sua grande maioria, por fossas séticas, numa dupla empreitada que melhora a qualidade de vida das pessoas e do território, salientou, bem como uma melhoria das massas de água da zona e proteção ambiental das águas do subsolo, indo ao encontro dos objetivos que o Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos.

Com a conclusão da empreitada das Madeiras, onde os ramais foram ligados a expensas do município e implicaram um investimento global na ordem de um milhão de euros, ficaram abrangidas 744 pessoas, sendo que, com a conclusão da empreitada Limeiras-Matos, um investimento de 1.1 ME, a população global atingida no concelho será na ordem dos 97% e o investimento global total rondará os 2.1 ME.

O projeto da obra para fecho de Sistemas de Saneamento de Águas Residuais de Limeiras – Matos – Ligação à ETAR da Praia do Ribatejo (Subsistema de Saneamento da Praia do Ribatejo), no valor de 1.098.000 €, foi candidatado e estava já aprovado pelo POSEUR, pelo que se aguardava apenas a publicação do concurso da empreitada em Diário da República, o que veio agora a suceder.

Com a realização desta infraestrutura será possível elevar os efluentes produzidos na bacia de drenagem Matos – Limeiras, até ao sistema de drenagem de águas residuais domésticas das Madeiras e transporte até à ETAR da Praia do Ribatejo, um investimento na ordem dos 800 mil euros, a que se juntaram cerca de 200 mil euros de investimentos extra da autarquia, projeto de intervenção entretanto concluído em 2020.

“A realização deste projeto vai permitir a otimização e rentabilização dos investimentos já realizados, quer na ótica do interesse público, bem como dos benefícios que do mesmo advêm, contribuindo para o fim, não só, do não tratamento dos efluentes, bem como do seu não lançamento para as linhas de água, por descarga direta ou após recolha nas fossas séticas individuais, indo ao encontro dos pressupostos da Diretiva 91/271/CEE”, disse ao mediotejo.net o presidente da autarquia, Fernando Freire.

Benjamim Reis, presidente da Junta de Freguesia de Praia do Ribatejo, não escondeu a sua satisfação por uma obra há muito desejada. Foto: mediotejo.net

Na mais recente sessão da Assembleia Municipal de Vila Nova da Barquinha a autorização prévia para financiamento bancário da Tejo Ambiente foi aprovada pela maioria PS com cinco abstenções das bancadas do PSD-CDS e CDU.

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- Publicidade -