VN Barquinha | Novo espaço empresarial CAIS praticamente esgotado

As obras custaram mais de meio milhão de euros. Foto: CM VN Barquinha

O CAIS – Espaço Empresarial de Vila Nova da Barquinha destinado a ser incubadora de empresas registou “uma procura fora do comum”, reconhece o Presidente da Câmara. Fernando Freire falava durante a reunião do Executivo do dia 12 de agosto, realizada por videoconferência, na qual manifestava a sua satisfação pela elevada procura registada. Em poucas semanas os espaços disponíveis ficaram esgotados, restando apenas espaços pequenos em regime de coworking, ou seja, partilhados.

PUB
PUB

Situado em pleno centro histórico da vila, no Largo José da Cruz, junto aos Serviços Municipais, da Loja do Cidadão, da Conservatórias de Registo Civil e Predial, e Arquivo Municipal, o Espaço Empresarial CAIS deverá ser inaugurado na segunda quinzena de setembro, anunciou o autarca. Isto porque o objetivo é que as empresas possam começar a utilizar os seus espaços no dia 1 de outubro.

Da lista de empresas já com espaço confirmado constam: Superlúdico –Ilustração, Design, Animação e Identidade Visual, NoOperation, Lda., Ana Cristina Costa Calado – Contabilidade, Consultoria e Formação, ACKTIVIST – Meaning Clothes, Lda, Procurement Consulting, Lda, Cannabis Medicinal, Certificação, produção e comercialização em modo GMP e GACP, Charlotte Weiss – Joalharia de autor e ROOT4IT, Lda – Tecnologias de informação.

PUB

Dada a elevada procura por parte dos empreendedores, o Presidente da Câmara revela que será feita a avaliação da possibilidade de criação de outro espaço para start-ups.

O também designado por “ninho de empresas” tem como objetivo “a promoção e acompanhamento de projetos e empresas inovadoras, colocando-as num mesmo espaço físico e pondo ao seu dispor um conjunto de serviços e gabinetes, proporcionando a inserção num ambiente empresarial adequado, bem como as condições necessárias ao seu sucesso”, explica a autarquia em nota de imprensa.

PUB

Por outro lado, acrescenta, “pretende a promoção da interação entre o meio empresarial e instituições de ensino/ investigação, com vista a usufruir das vantagens, sinergias e complementaridade que daí decorrem”.

A obra resulta da reabilitação de dois edifícios já existentes em avançado estado de degradação, onde foram criados gabinetes de trabalho e espaços de coworking, bem como áreas para os respetivos serviços de apoio, como salas de reunião, de formação e de refeição, serviços administrativos e loja.

Com um custo de cerca de 524 mil euros, este é um dos projetos incluídos no Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano de Vila Nova da Barquinha (PARU), implementado com cofinanciamento do Programa Operacional Regional do Centro, no âmbito do Portugal 2020.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here