Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Domingo, Agosto 1, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

VN Barquinha | No outono a Feira regressa à escola

Regressa o outono e com ele mais uma edição da Feira d’Outono em que a Escola D. Maria II abre as portas à população. A iniciativa do Agrupamento de Escolas de Vila Nova da Barquinha realiza-se na próxima sexta-feira, dia 11, com um programa repleto de atividades a decorrer em simultâneo que começa cedo e termina à noite, muito próximo do início do fim-de-semana.

- Publicidade -

- Publicidade -

O agrupamento de Escolas de Vila Nova da Barquinha volta a organizar a Feira d’Outono, abrindo as portas das Escola D. Maria II à população durante a próxima sexta-feira. A iniciativa decorre entre as 9h00 e as 23h00 e o programa da manhã inclui o tradicional magusto, workshops variados, exibição de filmes, o concurso SuperTmatik e um raid fotográfico.

Nos workshops culinários, a comunidade escolar e a população terão oportunidade de aprender a confecionar scones e crepes e se tiverem interesse pela ciência podem dirigir-se aos laboratórios para o workshop dedicado a Quadros Oxidação Redução. Caso a preferência seja cinema, a sugestão é uma das duas sessões do filme “Amigos Improváveis”, o documentário sobre a I Guerra Mundial ou a exibição de “Ocho apellidos vascos”.

- Publicidade -

A Feira d’Outono propriamente dita tem início às 19h30, depois dos jogos tradicionais e antes de dois momentos oficiais, a assinatura do Protocolo do Portal Concelhio das Bibliotecas e a entrega dos diplomas de Excelência, Valor e Mérito e Conclusão do Ensino Secundário (Dia do Diploma).

As tendas são arrumadas a partir das 23h00, hora em que também termina a Feira do Livro que decorre na biblioteca escolar durante todo o dia.

Cartaz da Feira d'Outono
Cartaz da Feira d’Outono

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome