Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Domingo, Setembro 26, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

VN Barquinha | Músicos da região com atuações solidárias em prol de Vic James (c/video)

Uma festa de amizade e solidariedade aqueceu a noite de Vila Nova da Barquinha na sexta-feira, dia 13 de setembro, com dezenas de músicos da região a protagonizarem mais uma iniciativa solidária para com Vic James, músico inglês radicado naquele município há cerca de duas décadas e que sofreu um AVC em março, estando desde então hospitalizado na Unidade de Abrantes do Centro Hospitalar do Médio Tejo.

- Publicidade -

Pelo palco montado na Praça da República passaram dezenas de músicos e projetos musicais como os Arregaita, Classics Band, Pedro Dyonysyo, Nuno Barroso, Carlos Cunha, Gonçalo Serras, Sónia Mota, Jorge Esperança, David Gonzaga, Ricardo Costa, Tózé Ricky (Ricardo Jesus), Diana Mara Pereira, Hélio Vieira e Flávio Filipe, entre muitos outros, numa iniciativa que se vai repetir tantas vezes quantas forem necessárias para angariar fundos para que Vic James possa ter uma vida condigna.

O objetivo destes espetáculos, organizado pela Produção Parelelo 39, com o apoio do Município de Vila Nova da Barquinha, foi o de recolher donativos para ajudar Vic James a voltar para casa, criar condições de apoio domiciliário e garantir as consultas médicas necessárias.

- Publicidade -

Para tal, na ocasião, foram vendidos comes e bebes além de senhas para sortear este domingo, dia 15 de setembro, e que vai contemplar a entrega de um quadro pintado por Carlos Vicente, e que está em exposição no Centro Cultural do Município de Vila Nova da Barquinha.

VN Barquinha l Músicos da região unidos no apoio a Vic James

Publicado por mediotejo.net em Sexta-feira, 13 de setembro de 2019

Aliás, o auditório do Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha vai ter este domingo também várias intervenções musicais com a participação de vários artistas, a partir das 17:00.

Fotos: Jorge Santiago

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome