Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Setembro 23, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

VN Barquinha | Município sem surtos ativos testa semanalmente profissionais de serviços públicos (C/ÁUDIO)

Sendo um dos concelhos do Médio Tejo a registar dos números mais baixos de novos casos de infeção por Covid-19 diariamente, o Município de Vila Nova da Barquinha está a testar semanalmente funcionários da autarquia, forças de segurança, IPSS e demais profissionais, no sentido de “fazer um retrato fidedigno de tudo aquilo que se está a passar no concelho”. Em declarações ao mediotejo.net, o presidente da Câmara Municipal refere que não existem surtos ativos no território e que a situação mais preocupante detetada na freguesia de Praia do Ribatejo após a época festiva “já passou”.

- Publicidade -

O ponto de situação relativamente à pandemia de Covid-19 no concelho de Vila Nova da Barquinha foi feito ao mediotejo.net pelo presidente da Câmara Municipal, Fernando Freire, na tarde de quinta-feira, 28 de janeiro, no qual o autarca deu conta da deteção de um caso positivo no posto da GNR.

“O caso positivo foi detetado na GNR. Foi o único caso que deu positivo”, admitiu o edil, referindo que esta deteção surge no âmbito da testagem semanal que a autarquia está a levar a cabo pelas instituições do concelho. “Fizemos esta semana testes a várias pessoas, apanhámos uma pessoa infetada nos respetivos testes”, disse, sublinhando que a autarquia está “todas as semanas a fazer testes, não são testes rápidos, são daqueles que vão para a Faculdade de Farmácia e estamos a fazer todas as semanas no sentido de fazer um retrato fidedigno de tudo aquilo que se está a passar no concelho, o nosso objetivo é esse”.

- Publicidade -

A testagem tem sido dirigida não só aos trabalhadores da Câmara Municipal mas também “às forças da autoridade, aos professores, às IPSS’s. São transversais ao território, à exceção de tudo o que tenha a ver com ligações com a autoridade e a administração pública e com serviços públicos”, refere o autarca.

A Câmara de Vila Nova da Barquinha continua a prestar atendimento ao público mediante marcação prévia. Foto: Arlindo Homem

Com uma média a rondar os “cinco a sete casos diários” – na presente semana, o concelho registou um caso na segunda-feira, quatro na terça-feira, nenhum na quarta-feira e nove na quinta-feira – Fernando Freire admite que existe “alguma expectativa que isto diminua face ao confinamento, mas é uma expectativa”.

“Em termos de ciência e de resultados objetivos não podemos afirmar que está a reduzir”, acrescenta, sublinhando a “elevada preocupação a assistir a todo este desenvolvimento em termos de pandemia”.

Áudio | Fernando Freire, presidente da Câmara Municipal de VN Barquinha, em declarações ao mediotejo.net

Em termos de surtos, até ao momento o autarca refere não existir nenhum ativo no concelho. Questionado sobre a situação na freguesia da Praia do Ribatejo, onde no início do mês o número de infeções disparou devido a “comportamentos menos adequados de algumas pessoas, nomeadamente, de passagens de ano” com “repercussões na própria comunidade”, o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha atualiza que “essa situação passou. Houve de facto ali uns comportamentos atípicos, entretanto passou e está tudo normalizado”.

Já no que respeita às IPSS, nomeadamente estruturas residenciais para idosos, o autarca deu conta de que já está concluída a primeira fase da vacinação. “Estamos com expectativa que esteja tudo realizado até 28 de fevereiro”, disse, referindo-se à segunda dose de vacinação.

Abrantina mas orgulhosa da sua costela maçaense, rumou a Lisboa com o objetivo de se formar em Jornalismo. Foi aí que descobriu a rádio e a magia de contar histórias ao ouvido. Acredita que com mais compreensão, abraços e chocolate o mundo seria um lugar mais feliz.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome