Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Agosto 4, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

VN Barquinha | Major General Carlos Perestrelo (BrigRR) vai receber Medalha de Honra do município

Na passada sessão de assembleia municipal foi votada por unanimidade, em voto secreto, a proposta de atribuição da Medalha de Honra do Município ao Major General Carlos Perestrelo, responsável pela Brigada de Reação Rápida sediada em Tancos. Fernando Freire, autarca da CM V.N. Barquinha, referiu prever que o Major abandonará o cargo em junho, e devido “à excelente colaboração que tem existido durante o mandato”, o presidente da CM decidiu levar a efeito esta distinção.

- Publicidade -

- Publicidade -

Nestas funções desde 17 de outubro de 2014, o Major General Perestrelo “tem estado presente no nosso território, é comandante das unidades mais importantes das Forças Portuguesas, nomeadamente nas missões dos quadros internacionais, os Comandos, os Pára-quedistas, os Rangers”, recordou Fernando Freire, acrescentando que “tem sido um excelente parceiro, preocupado com o município”.

Foi votada por unanimidade, em voto secreto, a proposta de atribuição da Medalha de Honra do Município ao Major General Carlos Perestrelo, responsável pela Brigada de Reação Rápida sediada em Tancos. Foto: mediotejo.net

- Publicidade -

Segundo o autarca têm sido várias as participações do General, nomeadamente “em abordagens temáticas dos vários quadrantes militares”, tendo também sido um pilar importante no estabelecimento de pontes entre o Exército Português e a Força Aérea, notou o autarca.

Inexcedível, é o adjetivo que Fernando Freire aplica ao General da BrigRR, aprovando a sua postura e abertura na cooperação com o município e instituições. “Tem sido inexcedível na colaboração que tem feito com os alunos do Agrupamento de escolas de Vila Nova da Barquinha, no projeto de Turismo Militar “Mentes Brilhantes”, na cedência de apoio ao município com atividades com cães de guerra, com balonismo, com salto de pára-quedistas, com disponibilização de meios aéreos para os saltos tandem em Tancos”, enumerou.

 

Comandante da Brigada de Reação Rápida, Major General Carlos Perestrelo, (ao centro) com o Comandante do Regimento de Paraquedistas, Coronel Vasco Pereira. Foto: mediotejo.net

Carlos Alberto Grincho Cardoso Perestrelo, Major-General desde Novembro de 2013 e desde então Diretor de Doutrina do Exército, substituiu no comando da brigada o Tenente-General Campos Serafino. Assumiu em Tancos a Brigada de Reacção Rápida do Exército Português, estando a comando também do Regimento de Cavalaria n.º 3 de Estremoz, e de sub-unidades e quadros da Brigada de Reacção Rápida (BrigRR) que se encontram em missões no Afeganistão, Kosovo e Mali, estando em alerta permanente no âmbito da Força de Reação imediata do EMGFA.

Foi comandante da Escola de Tropas Pára-quedistas e também do seu batalhão de instrução. Foi ainda chefe de estado-maior do Comando das Forças Terrestres e desempenhou cargos no estrangeiro, na EUFOR e como observador na ex-Jugoslávia.

O Major-General Perestrelo é oriundo da Arma de Infantaria do Exército, tendo iniciado a sua formação na Academia Militar em 1979 e ingressando no Corpo de Tropas Pára-quedistas (CTP) da Força Aérea Portuguesa em 1985. Até 1993 – data da transferência das Tropas Pára-quedistas da Força Aérea para o Exército – esteve colocado em todas as unidades territoriais deste corpo de tropas e exerceu diversas funções de Comando e Estado-Maior em subunidades operacionais da Brigada Ligeira Pára-quedista (BRIPARAS) e de instrução do CTP.

Está habilitado com os cursos curriculares de carreira, o Curso de Estado-Maior e o Curso de Promoção a Oficial General, tendo sido promovido ao actual posto em 4 de Novembro de 2013. Possui entre outros, o Curso de Pára-quedismo, Instrutor de Pára-quedismo, Saltador Operacional de Grande Altitude (SOGA), Instrutor Comando / Forças Especiais e “Rangers” do Exército dos Estados Unidos da América.

Fonte: Operacional.pt

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome