Quarta-feira, Março 3, 2021
- Publicidade -

VN Barquinha | Mais de meia centena de pessoas em noite zen do CIEC

Alcançar o equilíbrio do corpo, mente e espírito tem a sua ciência e o tema da mais recente sessão da iniciativa “Jantar com Ciência”, realizada na Escola Secundária D. Maria II na passada sexta-feira, comprovou-o. Mais de meia centena de pessoas aceitou o desafio do Centro Integrado de Educação em Ciências e marcou presença num jantar ayurvédico com ensinamentos de yoga.

- Publicidade -

- Publicidade -

O refeitório da Escola Secundária D. Maria II revelou-se pequeno para o número de inscritos na iniciativa “Jantar com Ciência”, realizada na passada sexta-feira. Marcaram presença mais de uma centena de pessoas e muitas viram o pedido recusado devido à falta de lugares disponíveis para a noite que incluía uma refeição ayurvédica e ensinamentos de yoga.

A adesão do público surpreendeu quer Ana Rodrigues e Ana Salas, do CIEC – Centro Integrado de Educação em Ciências, a entidade organizadora, quer Alexandra Carvalho e Fátima Passos, as duas orientadoras da sessão intitulada “Ayurveda: Ciência Milenar Indiana”.

- Publicidade -

As mesas decoradas com apontamentos zen (velas, flores e outros) começaram a receber os participantes por volta das 20h00 e, pouco depois, as entradas com o pão chapati e naan, servidas pelos alunos da Escola Profissional Gustave Eiffel que também participaram na iniciativa através da confeção do jantar.

A Escola Gustave Eiffel confecionou e serviu o jantar. Fotos: mediotejo.net
Os alunos da Escola Gustave Eiffel confecionaram e serviram o jantar. Fotos: mediotejo.net

A diretora do CIEC, Ana Rodrigues, foi a primeira a intervir durante o jantar, pouco depois de ter explicado ao mediotejo.net que a realização do jantar zen num espaço dedicado à ciência teve como objetivo “desmistificar o que é ciência e pseudociência” e “apresentar uma medicina alternativa [ayurveda] que, apesar de não ser conhecimento científico, é um conhecimento útil”.

Os copos ainda tinham chai (chá indiano) quando Alexandra Carvalho começou a sua primeira apresentação sobre factos e curiosidades do ayurveda. Segundo a formanda em terapia e consultoria ayurvédica na Escola de Hidroterapia e Spa Carla Moreira, este sistema de medicina tradicional holístico com mais de sete mil anos inspirou, entre outras, a medicina grega e o próprio pai da medicina, Hipócrates.

Alexandra Carvalho falou sobre o ayurveda. Fotos: mediotejo.net
Alexandra Carvalho apresentou factos e curiosidades do ayurveda. Fotos: mediotejo.net

Os saberes e sabores orientais foram-se misturando ao longo do jantar, confirmando a justificação dada por Alexandra no início da noite ao mediotejo.net para a elevada participação na iniciativa. Nas suas palavras, existe um “interesse das pessoas em conhecer mais da cultura indiana e procurar alternativas que contribuam para um estilo de vida mais saudável e o bem-estar”.

O ayurveda (ciência da vida) é uma delas é reconhecida pela OMS – Organização Mundial de Saúde desde a sua primeira Estratégia para a Medicina Tradicional (2002-2005). Outra alternativa é o yoga, que deriva da raiz Yuk (união), e a oportunidade de falar de ambos num único evento surgiu como “a cereja em cima do bolo”, referiu Fátima Passos na mesma ocasião.

Fátima pratica yoga há mais de uma década e nos últimos anos tornou-se instrutora e terapeuta certificada de yoga, reiki, shiatsu e tui na. Atualmente trabalha com todas as faixas etárias e tem notado os resultados, desde o entusiasmo dos mais velhos nas aulas de happy yoga ao aumento da concentração dos mais novos, que lhe contam as boas notas nos testes.

Fátima Passos ensinou posturas de yoga e técnicas de respiração. Foto: mediotejo.net
Fátima Passos ensinou posturas de yoga e técnicas de respiração. Foto: mediotejo.net

Durante o jantar começou por partilhar a lenda de Matsyendra (Senhor dos Peixes), considerado por muitos como o impulsionador do hatha yoga, que aprendeu as posturas enquanto observava o deus hindu Shiva a ensinar a esposa Parvati. Ao longo da noite, os participantes tiveram oportunidade de aprender asanas (posturas de yoga) e pranayamas (controlo da respiração).

O “Jantar com Ciência” revelou-se uma noite holística e a participação em peso da comunidade barquinhense – presidente da autarquia, Fernando Freire, e diretor do Agrupamento de Escolas de Vila Nova da Barquinha, Paulo Tavares, incluídos – mostrou que num dia-a-dia marcado pelo stress se consegue tempo para encontrar o equilíbrio.

Não só ao nível do corpo, mente e espírito, mas também entre a ciência e as medicinas tradicionais.

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).