Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Dezembro 2, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

VN Barquinha | Loja Social vai distribuir 57 cabazes de Natal com apoio do Município

A Loja Social de Vila Nova da Barquinha vai distribuir este ano 57 cabazes de Natal pelas famílias carenciadas do concelho. Uma iniciativa que conta com o apoio da autarquia, que aprovou em reunião do executivo a atribuição de um apoio de 3.500,00€ para ajudar na elaboração dos cabazes.

- Publicidade -

São 57 as famílias carenciadas do concelho de Vila Nova da Barquinha que este Natal vão ter à mesa os produtos tradicionais da época natalícia, através da iniciativa solidária da Loja Social.

Trata-se de cabazes de Natal compostos por bens alimentares como o bacalhau e o azeite, resultado da contribuição de várias entidades do concelho que se unem em prol de um bem maior: dar um pouco mais de alento nesta época festiva às famílias carenciadas.

- Publicidade -

Áudio | Fernando Freire, presidente da Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha, em declarações ao mediotejo.net:

Além de entidades privadas, como supermercados e associações, neste projeto está também envolvida a Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha. Em reunião do executivo camarário foi aprovado por unanimidade um apoio de 3.500,00€ para “a elaboração e a feitura dos cabazes de Natal”, conforme afirmou a vereadora Marina Honório, responsável pelo pelouro da Ação Social e da Loja Social.

Este ano, “a Loja Social teve uma quebra significativa dos bens”, consequência da saída da Cáritas desta iniciativa, referiu Marina Honório. No entanto, sublinha que “temos conseguido equilibrar a atribuição dos cabazes”.

A Loja Social procura “combater a pobreza através de apoios que assegurem a satisfação das necessidades das famílias, estimulando a sua participação ativa no processo de mudança”, lê-se no site da autarquia. Em funcionamento durante todo o ano, disponibiliza apoio social ao nível de bens alimentares, balneário e lavandaria sociais, loja de roupa e banco de livros.

Abrantina mas orgulhosa da sua costela maçaense, rumou a Lisboa com o objetivo de se formar em Jornalismo. Foi aí que descobriu a rádio e a magia de contar histórias ao ouvido. Acredita que com mais compreensão, abraços e chocolate o mundo seria um lugar mais feliz.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome