VN Barquinha: Jovens empreendedores fecham ano (letivo) com saldo positivo

O fim do projeto “Empreendedorismo na Escola” do ano letivo 2015/16 foi assinalado esta quinta-feira, dia 9, no Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha. O auditório não chegou para a comunidade escolar e representantes de algumas entidades envolvidas que quiseram marcar presença no momento simbólico em que as oito empresas subiram ao palco para fechar o seu primeiro ano (letivo).

PUB
PUB

Chocociência, Vilaromática, Confraria do Bem-Estar, Kaderno, Barquinha ON, PIMT8, Innova Team e Maxpowder. As oito empresas criadas no âmbito do projeto “Empreendedorismo na Escola” no ano letivo 2015/16 foram apresentadas no passado mês de março e nessa altura ficou patente o espírito inovador dos empreendedores mais jovens de Vila Nova da Barquinha.

As ideias de negócios dos alunos do 3º ao 11º ano do Agrupamento de Escolas tinham resultado em produtos como sabonetes, velas, capas de cadernos, porta-chaves e pins, azeite e chocolate em pó e serviços ligados à comunicação, turismo e novas tecnologias. A promoção do concelho não foi descurada nos artigos personalizados e a oferta primou pela inovação.

PUB
O auditório do Centro Cultural esteve cheio (foto: mediotejo.net)
O auditório do Centro Cultural esteve cheio (foto: mediotejo.net)

Cerca de quatro meses depois, o primeiro ano (letivo) das empresas foi fechado num momento simbólico com a presença da comunidade escolar e de algumas das entidades envolvidas. As intervenções de Fernando Freire e Paulo Tavares, presidente do município e diretor do Agrupamento de Escolas, respetivamente, comprovaram que o saldo foi positivo e se, para o primeiro, os alunos são a “razão de ser” da escola e do projeto, o segundo referiu que “com jovens assim, o nosso futuro está assegurado”.

A apresentação dos alunos e professores envolvidos nas oito empresas ficou a cargo de Ana Santos, coordenadora do VEAE – Viveiro de Empresas em Ambiente Escolar, o primeiro do país e onde estas ideias de negócio cresceram. Ana Santos recordou o lema que tem unido e inspirado a comunidade escolar, “ver, viver e sentir arte e ciência”, e destacou o contributo da autarquia e das famílias para o sucesso da edição deste ano, em que se registou a duplicação do número de projetos empreendedores com 160 alunos.

PUB
Os empreendedores mais novos pertencem ao 4º ano de escolaridade (foto: mediotejo.net)
Os empreendedores mais novos pertencem ao 3º e 4º anos de escolaridade (foto: mediotejo.net)

O despedida do projeto e do ano letivo 2015/16 incluiu a atuação do músico entroncamentense Ricardo Oliveira, que brindou os presentes com temas conhecidos e o single “O Vento Mudou”, do recente trabalho discográfico ao qual dá nome. Os últimos minutos ficaram reservados para a exibição do filme criado por Filipe Morais, que servirá de vídeo promocional ao “Empreendedorismo na Escola” do concelho.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here