- Publicidade -

VN Barquinha | IMI mantém-se nos 0,32% e 0,80%, exceto para famílias numerosas

As taxas do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) propostas pelo executivo camarário de Vila Nova da Barquinha foram aprovadas esta sexta-feira, dia 22, na última sessão da Assembleia Municipal antes das eleições autárquicas.

- Publicidade -

- Publicidade -

Os valores apresentados fixam uma taxa de 0,80% para os prédios rústicos e de 0,32% para os prédios urbanos. A redução entre €20,00 e €70,00 no caso das famílias numerosas – mediante o número de dependentes – e uma majoração de 30% para os prédios degradados/devolutos e 300% para os prédios em ruínas também foram votadas e aprovadas pela maioria dos deputados municipais.

A bancada do PSD apresentou uma proposta de redução do IMI para os 0,30% no caso dos prédios urbanos, com a qual a CDU concordou por se tratar do valor mínimo estabelecido por lei. A mesma foi encarada como “prematura” pela bancada do PS e o presidente da autarquia, Fernando Freire face à situação financeira do município que terá começado a estabilizar recentemente.

- Publicidade -

A proposta do PSD reuniu os seis votos a favor das bancadas da oposição (CDU, PSD e CDS-PP), três abstenções e 10 votos contra dos socialistas. Os números tomaram o sentido inverso na votação da proposta do executivo camarário, que acabou por ser aprovada por maioria.

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- Publicidade -