- Publicidade -

VN Barquinha | Feira do Tejo está aí com Amor Electro, Moonshiners, Arregaita, Ana Laíns e OLE

A Feira do Tejo, agendada para os dias 9 a 13 de junho em Vila Nova da Barqunha, vai ter momentos de animação musical com estilos musicais para todos os gostos. Moonshiners, Amor Electro, Arregaita, Ana Laíns e Orquestra Ligeira do Exército (OLE) são nomes confirmados para os cinco dias de festa no parque ribeirinho.

- Publicidade -

- Publicidade -

Com um programa que inclui atividades para toda a família, o grande destaque vai para a feira de artesanato e para as tasquinhas, pretextos para um passeio ou um jantar numa noite quente de Santo António, o padroeiro da vila. Além das sardinhas e dos manjericos, a música é um dos grandes atrativos do evento maior do concelho de Vila Nova da Barquinha.

- Publicidade -

Os Moonshiners asseguram os blues no primeiro dia, trazidos pela banda formada em Aveiro com a guitarra e voz de Victor Hugo, a harmónica e voz de Gamblin’Sam, a percussão de Susie Filipe e o saxofone de Miguel Leitão.

No sábado, dia 10, o palco pertence aos Amor Electro, grupo lisboeta formado por Marisa Liz, Tiago Pais Dias, Ricardo Vasconcelos e Rui Rechena que conquistou a fama com os álbuns lançados desde 2010 (Cai o Carmo e a Trindade, Яevolução, Revolução) e revelou recentemente o single “Sei”, que antecipa o novo álbum.

Depois do pop chega a música de intervenção dos Arregaita e certamente não faltarão temas de Zeca Afonso na margem do rio Tejo. A banda com mais de 35 anos de carreira formada por dois músicos com origem no concelho, António Dias e Cândido Godinho, atua no domingo, dia 11.

A semana começa ao som do fado de Ana Laíns, cantora nascida em Tomar e criada em Constância que se destacou no panorama musical português com os trabalhos discográficos “Sentidos” e “Quatro Caminhos”.

A festa brava está de regresso à Praça de Toiros de Vila Nova da Barquinha, a segunda mais antiga de Portugal, representativa de uma forte tradição tauromáquica secular no concelho. O espetáculo taurino que integra o programa da Feira do Tejo realiza-se no dia 11 de junho, com as presenças dos cavaleiros Gilberto Filipe, Paulo Jorge Santos e Marcos Bastinhas e ainda, Grupos de Forcados Amadores de Tomar, Amadores do Montijo e Amadores da Chamusca. À arena sairão três toiros de Pinto Barreiros e três de São Torcato.

Na véspera do dia de Santo António assiste-se ao tradicional desfile de marchas populares. No dia seguinte tem lugar o momento religioso dos festejos, com a missa e procissão em honra do santo casamenteiro. Para ver há diversas exposições e animação de rua pelo parque. Na edição 2017 da Feira do Tejo não irão faltar dança, folclore, insufláveis para os mais novos e diversas provas desportivas, com destaque para mais uma edição do Trail de Santo António com o Castelo de Almourol como pano de fundo, ao entardecer.

O evento é também uma oportunidade para conhecer o Parque de Escultura Contemporânea Almourol (www.barquinhaearte.pt), que nestes dias oferece visitas guiadas pelas 11 esculturas de grandes dimensões, o Castelo de Almourol, monumento nacional que abriu recentemente ao público renovado com um novo projeto de musealização, ou um dos mais recentes espaços de divulgação da ciência em Portugal – o Centro Integrado de Educação em Ciências (www.ciec.vnb.pt). Sem esquecer a gastronomia, baseada nos sabores do rio, que pode ser apreciada nos inúmeros restaurantes do concelho.

A Feira do Tejo termina os cinco dias com animação de rua, teatro, dança, música, folclore, marchas populares, desporto, insufláveis, exposições, artesanato e tasquinhas com o concerto da Banda do Exército acompanhado por um espetáculo de pirotecnia.

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).