PUB

VN Barquinha | Feira d’Época com produtos de agora e música de sempre

A Feira d’Época está de regresso ao concelho de Vila Nova da barquinha entre os dias 19 e 21 de maio e o parque ribeirinho passa a ser ponto de encontro entre produtos horto-frutícolas, artesanato, gastronomia, chás, licores, mel, doçaria e animação musical.

PUB

PUB

A iniciativa foca os produtos da época, mas começa com o som intemporal do fado no concerto que abre o programa na noite de sexta-feira. A viola de Rui Girão e a guitarra portuguesa de Diogo Ferreira começam a tocar no Centro Cultural a partir das 21h30.

Durante o fim-de-semana, a feira abre às 15h00 e a animação volta a juntar-se às propostas dos produtores até ao chegar da noite. No sábado, realiza-se o X Encontro de Grupos de Cantares de Música Popular, às 16h00, e a atuação do Grupo Musical “Cantares d’Outrora”, às 21h00. No domingo chegam a Escola de Música de Vila Nova da Barquinha, às 15h30, e a Escola de Concertinas de Dornes, Ferreira do Zêzere, meia-hora depois.

PUB

O encerramento da feira está marcado no dia 20 para as 23h00 e no dia 21 para as 20h00. Horários diferentes para fixar, não acontecendo o mesmo com o momento “Sopinha da Ti Lurdes”, que acontece nestes dois dias às 18h30.

PUB
PUB
Sónia Leitão
Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).