VN Barquinha: Empresas podem ter “ninho” no centro da vila em breve

imagem: CM VN Barquinha

O executivo municipal de Vila Nova da Barquinha tomou conhecimento da apresentação da candidatura no âmbito do Plano de Ação e de Regeneração Urbana (PARU) e do POR – Centro 2020, durante a reunião camarária desta quarta-feira, dia 13. O prazo de entrega terminou a 30 de junho e, em caso de aprovação, o ninho de empresas previsto no Orçamento Municipal deste ano, um projeto na ordem dos 450.000 euros, vai sair do papel.

PUB

PUB

A candidatura relativa ao PARU entregue pelo município de Vila Nova da Barquinha ao Programa Operacional Regional – Centro 2020 no passado mês de junho engloba seis projetos, na sua maioria relacionados com a requalificação do espaço público (Largo José da Cruz / Largo Marechal Costa Gomes, Praça da República, Rua da Misericórdia e Bairro de São João de Deus). Os restantes dois implicam a reabilitação de edifícios com mais de 30 anos, nomeadamente o Edifício Joaninha e imóveis municipais na Rua do 9 de Abril, no lado oposto do largo em frente à Loja do Cidadão, Largo José da Cruz).

O antes e o depois (foto: mediotejo.net e imagem: CM VN Barquinha)
O antes e o depois (foto: mediotejo.net e imagem: CM VN Barquinha)

O investimento total da candidatura ronda um milhão de euros, com comparticipação de 85% do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), estando quase metade deste valor associada à intervenção urbanística perto da Loja do Cidadão que pretende dinamizar a vertente empreendedora do concelho com a criação de um ninho de empresas. O projeto que envolve a adaptação dos imóveis na Rua do 9 de Abril integra a ARU da Zona Baixa de VNB e terá um custo superior a 450.000 euros.

PUB

No final da reunião de câmara foi apresentado o novo ninho de empresas com uma área bruta total de 674m2, constituído por 10 gabinetes, três espaços de coworking, uma sala de reuniões, uma sala de formação, uma zona de convívio/copa, uma sala de empreendedorismo e secretariado, uma sala de Gabinete de Inserção Profissional e uma loja de produtos endógenos, bem como espaço de lazer/convívio interno.

Apresentação do projeto do novo ninho de empresas (fotos: mediotejo.net)
Apresentação do projeto do novo ninho de empresas (fotos: mediotejo.net)

Em declarações ao mediotejo.net, Fernando Freire, presidente da autarquia barquinhense, destacou que “é premente que sejam desenvolvidas atividades de fomento por forma a revitalizar o tecido económico existente no centro histórico da vila de modo a potenciar novos investimentos, gerar novas empresas, e criar novos postos de trabalho”.

PUB

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- Publicidade -

1 COMENTÁRIO

  1. Realmente um bom projeto, financiado quase na totalidade por dinheiros publicos, mas com um senão quem vai beneficiar com isto tudo????? se todos somos contribuintes, neste caso está mais que visto o dinheiro publico vai ser investido em prol do capitalismo!!!
    Quero ver se realmente isso vai criar novas empresas, postos de trabalho e até mesmo mais comercio local (com tendencia a ter os dias ja contados).
    Espero não estar enganado vou ser otimista vão ser 450 mil euros com uma finalidade direcionada a empreendorismo especifico, criação de postos de trabalho e, formação dito isto quero é ver para quem, e quem é que vai lucrar com tudo isto.

Responder a Carlos Mação Cancelar resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here