Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Segunda-feira, Outubro 18, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Vila Velha de Ródão | Câmara investe na sensibilização para as alterações climáticas

A Câmara de Vila Velha de Ródão avançou com um projeto no âmbito das alterações climáticas, cujo investimento ronda os 155 mil euros, que tem como objetivo sensibilizar a população do concelho para esta problemática, foi anunciado esta segunda-feira, dia 26 de novembro.

- Publicidade -

Em comunicado enviado à agência Lusa, este município do distrito de Castelo Branco explica que avançou com o projeto “Sensibilização dos Rodenses para os Impactos das Alterações Climáticas”, com uma candidatura no âmbito Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos (POSEUR), cujo custo total é de 154.543 euros, dos quais 75% são comparticipados por fundos comunitários.

“A questão das alterações climáticas é um problema que nos deve mobilizar a todos, não apenas enquanto instituições, mas também enquanto sociedade civil, e é isso que a Câmara Municipal está a fazer, alinhando com aquilo que é a estratégia do país para as alterações climáticas”, refere o presidente da Câmara de Vila Velha de Ródão, Luís Pereira.

- Publicidade -

O projeto visa sensibilizar a população do concelho para os riscos das alterações climáticas, tendo em conta que estas são uma realidade e uma prioridade nacional, face aos seus impactos atuais e futuros sobre a nossa sociedade.

Para o efeito, a autarquia rodense quer melhorar o nível de conhecimento da população sobre esta problemática e disponibilizar ferramentas e mecanismos que auxiliem nos esforços de adaptação a estes fenómenos.

Está prevista a realização de um conjunto de atividades que incluem a realização de sessões de esclarecimento nas freguesias do concelho, a produção de brochuras e folhetos, a criação de uma mascote, a realização de uma peça de teatro e de um vídeo, exposições, caminhadas temáticas, entre outras.

“Os pequenos gestos são tão importantes como as grandes decisões e, por isso, enquanto comunidade, também temos a obrigação de pensar no nosso relacionamento com os nossos recursos e em como podemos usá-los de forma mais eficiente e racional, de forma a mitigar as alterações climáticas. O nosso desafio enquanto instituição é sensibilizar a população para esta problemática e implementar práticas que levem a uma melhor utilização dos recursos”, conclui o autarca.

Agência de Notícias de Portugal

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome