- Publicidade -

Quarta-feira, Dezembro 8, 2021
- Publicidade -

Vila de Rei | Visita inaugural à Escola Básica e Secundária com eleitos da Assembleia

Na manhã desta sexta-feira, após decorrer a última sessão de Assembleia Municipal desta legislatura, o autarca Ricardo Aires convidou os membros daquele órgão para realizar uma visita inaugural à Escola Básica e Secundária do concelho, que entrara em obras no final de agosto do ano passado. Este investimento situa-se em mais de meio milhão de euros e pretende modernizar a Escola do Centro de Portugal, tornando-se apelativa para pais, alunos e comunidade.

- Publicidade -

Guiados pela diretora do Agrupamento de Escolas, Margarida Guimarães, os eleitos puderam percorrer os pontos alvo de requalificação, que se inserem em candidaturas distintas.

- Publicidade -

Quanto à empreitada que foi adjudicada à empresa ALVAPE Construções e Obras Públicas, Lda, pelo preço de 553.226,67€, com um prazo de execução de 240 dias, cerca de 8 meses, conta com comparticipação do Município e do Ministério da Educação.

Entre os trabalhos a executar enumeram-se, entre outros, a construção de seis novas salas e de um pavilhão exterior coberto, a remoção de todas as estruturas em fibrocimento e colocação de novas em material ecologicamente mais limpo, instalação de um elevador para pessoas com mobilidade reduzida e a execução de arranjos exteriores com a inclusão de uma pista e circuito de manutenção com um total de 10 estações.

Desta feita, as salas de 1º ciclo foram equipadas com quadros interactivos, mobiliário escolar adequado ao tamanho das crianças e inclui as chamadas zonas sujas, utilizadas para atividades de expressão plástica e trabalhos manuais, evitando sair da sala de aula para utilizar as casas de banho.

Esta ala contará ainda com uma sala polivalente, equipada de forma a que possa transformar-se numa sala ampla, unindo duas salas contíguas: uma primeira que tem estilo de anfiteatro e uma segunda sala comum, com quadro.

A escadaria da entrada da escola foi também intervencionada, estando ladeada por jardins e contando com sensor de rega inteligente.

Já no corredor perto do refeitório e paralelo à ala de 1º ciclo, foi adicionado um elevador para alunos com mobilidade reduzida, que ainda não está funcional, mas segundo a diretora do agrupamento, “a seu tempo estará”.

Também o espaço do bar, mediante escolha interna com colaboração dos alunos, será repensado, passando a incluir uma sala do aluno com jogos, e imediatamente ao lado uma sala de estudo, mais recatada. No pátio será instalada uma esplanada, vontade antiga de outros alunos que foram passando pela escola, indicou Margarida Guimarães.

O pátio exterior continua a ser ajustado, nomeadamente em termos de pavimento, mas já se encontra instalado um circuito de manutenção que se pretende que sirva não só a comunidade escolar, como também a população vilarregense. Anexa a este circuito, foi instalada uma pista pedonal/de atletismo que segue até junto dos balneários que serviam para arrecadação dos instrumentos musicais e que vão agora servir o seu propósito e novo pavilhão coberto.

Uma das antigas salas de primeiro ciclo foi convertida em sala de música, servindo o ensino articulado, e contando com um dos quadros interactivos que o Município de Vila de Rei adquiriu para reforçar esses equipamentos naquele estabelecimento de ensino.

Mas outras candidaturas permitiram que a confluência de intervenções para ampliação e modernização da escola. No âmbito de uma candidatura feita na Rede de Bibliotecas Escolares, a Escola Básica e Secundária de Vila de Rei vai poder contar com uma biblioteca maior e renovada, cuja Rede de Bibliotecas assumirá os devidos custos. “Concorremos para ampliar a nossa biblioteca, fomos aceites, o projeto foi entregue, em princípio pelo aproximar a verba virá directamente para a Câmara, enquanto intermediário, para depois se comprar mais estantes”, explicou a diretora da escola.

Ainda assim, faltará completar o projeto com uma cabine que se pretende que seja um gabinete de trabalho para a professora bibliotecária e sua equipa, quer para os funcionários, “para fazer trabalho burocrático sem barulho dos alunos, como catalogação, dinamização de projetos”.

Três ares condicionados serão agora distribuídos, tanto para a biblioteca, como para a sala de professores, “para dar um pouco mais de conforto”.

A novidade prende-se com uma candidatura no âmbito da CIMT, que disponibilizará à Escola a instalação de uma Sala Snoezelen, num espaço pequeno, “uma sala destinada mais a alunos com Necessidades Educativas Especiais, mas também propusemos a compra de material que sirva toda a comunidade”, disse. A sala terá equipamentos especializados de luz, som, e outros materiais que sirvam de estímulo e, ao mesmo tempo, de relaxamento. “É direccionado para fazer estimulação sensorial, táctil”, acrescentou a diretora.

Ricardo Aires, presidente da autarquia, reforçou que “neste momento, em termos da região do Médio Tejo, é a única escola que ficará com esta sala”.

“Isto serve para que os pais dos concelhos do Médio Tejo, a norte, vejam que vamos ter aqui uma sala que vai ser ótima para os alunos. Os pais que achem que os seus filhos devem frequentar este tipo de ensino, já sabem que poderão usufruir dele. É mais uma captação de alunos em Vila de Rei”, afirmou o autarca.

As candidaturas, que já foram submetidas, segundo o autarca, com apoio da CIMT, contam ainda com a disponibilização de um laboratório de línguas, onde se reforçarão o Português e o Inglês, bem como um laboratório de ciências.

Eleitos da Assembleia Municipal e membros do executivo camarário reunidos com a diretora Margarida Guimarães junto ao pavilhão coberto. Foto: mediotejo.net

Escola mantém mesmo número de alunos com projeto de sucesso

A equipa que tem regulado os destinos da Escola Básica e Secundária mantém-se ao longo de 7 anos, tal como o projeto educativo e o número de alunos que se tem situado sempre à roda dos 300. “Temos mantido o mesmo número de alunos, cerca de 300. Neste momento estamos perto de atingir os 300 alunos”, assegurou Margarida Guimarães.

Ainda assim, existem fatores que fazem tremer os números neste estabelecimento de ensino, como explicou ao mediotejo.net a diretora. “Notamos que há uns anos atrás os alunos do secundário iam para a Sertã, mas agora estão a seguir para Abrantes, onde há mais opções, mais escolhas. Mas aí, são os pais que têm de organizar-se, sai do bolso deles”, referiu.

“No caso do 1º ciclo as colegas também notaram grande diferença, estavam habituadas a ter duas turmas de cada ano, e agora só têm uma”.

A nível de pré-escolar continuam a existir duas salas.

Este ano, esclareceu a diretora, o Ministério permitiu que o 5º ano, cerca de 24 alunos, pudessem ser transformados em duas turmas, o que perante a flexibilidade do projeto para o currículo “vai permitir fazer um trabalho melhor, porque são meninos que saem do 4º ano, têm grande dificuldade de adaptação por ter muitos professores, visto que só tinham um, e assim é capaz de funcionar melhor”, referiu, notando que “assim somos capazes de melhores resultados”.

Margarida Guimarães assumiu ainda que, no que toca a resultados, estes têm melhorado. “Temos melhorado realmente os resultados escolares, e os alunos que saem daqui no Secundário, entram sempre na primeira opção do Ensino Superior, o que para o Ministério é estatisticamente importante”.

“O projeto do agrupamento está a dar frutos. Sai-nos do pêlo, como se costuma dizer, mas sim, o balanço é positivo”, concluiu a responsável.

Fotogaleria com imagens da visita inaugural:

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome