- Publicidade -

Segunda-feira, Janeiro 24, 2022
- Publicidade -

Vila de Rei | Vereadores do PS votam contra documentos de prestação de contas

Os vereadores do Partido Socialista (PS) no executivo camarário de Vila de Rei votaram contra os documentos da Prestação de Contas relativos ao ano Financeiro de 2016. O documento viria a ser aprovado apenas com os votos da maioria PSD na reunião de câmara desta terça-feira, 18 de abril.

O vereador do PS, Luís Miguel Jerónimo começou por referir que os documentos teriam “erros” dado que algumas rubricas revelaram-se omissas no seu conteúdo. Leu, em seguida, uma declaração de voto para a ata, começando por frisar que a execução da despesa ficou 79% abaixo dos 86% relativamente ao ano anterior.

“E este valor só não é mais baixo porque grande parte do orçamento da despesa são despesas com pessoal. Mas o que é manifestamente grave nesta execução da despesa é o facto de os investimentos terem sido executados em apenas 58%! É por isso correto dizer que o ano de 2016 foi o ano do “meio investimento”, criticou.

Os vereadores do Partido Socialista referem que também “não podem congratular o PSD pela execução da receita ter ficado em 96%” visto que esta receita depende em grande parte pela transferência de verbas da administração central. “Basta estar quieto para que essa execução seja elevada. Porém, no que toca diretamente e exclusivamente das previsões e execução por parte do município, isto é a venda de bens de investimento ficou-se pelos 58%”, salientou o vereador Luís Miguel Jerónimo.

Vereadores do PS, Luís Miguel Jerónimo e Carlos Garcia, votaram contra o documento de prestação de contas Foto: mediotejo.net

“Verifica-se também uma diminuição na receita de 623.000€ e na despesa de 2.219.000€. Como é possível afirmar que este orçamento é claro, concreto e transparente se a escala das modificações são desta natureza e com esta periodicidade? Como pode um Vilarregense seguir a execução deste orçamento?”, interrogou, salientando que pelas razões elencadas e pelo facto de a execução ser pior que o ano anterior “o Partido Socialista de Vila de Rei só pode ser contra a prestação de contas relativas ao ano financeiro de 2016”.

Presidente da autarquia, Ricardo Aires (PSD) disse, ironicamente, que não entendia a retórica da oposição Foto: mediotejo.net
- Publicidade -

O presidente da autarquia, Ricardo Aires (PSD) referiu não perceber “a retórica” utilizada pelos vereadores da oposição. “Tenho pena que chegados ao fim deste mandato os senhores vereadores ainda não tenham percebido o orçamento da câmara. Como disse, e muito bem, tivemos menos investimento mas sabe que muitas obras não dependiam apenas da autarquia, como a escola ou o parque de feiras. Tenho a minha consciência tranquila. Temos feito uma política para as pessoas. Quando diz que não há investimento em Vila do Rei é por se calhar não andam por cá”, retorquiu.

Aos 12 anos já queria ser jornalista e todo o seu percurso académico foi percorrido com esse objetivo no horizonte. Licenciada em Jornalismo, exerce desde 2005, sempre no jornalismo de proximidade. Mãe de uma menina, assume que tem nas viagens a sua grande paixão. Gosta de aventura e de superar um bom desafio. Em maio de 2018, lançou o seu primeiro livro de ficção intitulado "Singularidades de uma mulher de 40", que marca a sua estreia na escrita literária, sob a chancela da Origami Livros.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome