- Publicidade -

Vila de Rei tem em curso investimento de 3,2 milhões de euros em diversas empreitadas (C/ÁUDIO)

O Município de Vila de Rei encontra-se a desenvolver e/ou a preparar o arranque de um conjunto de trabalhos de intervenção no território num investimento total superior a três milhões de euros, um milhão dos quais em curso em quatro obras, com previsão de conclusão para meados deste ano. São elas a requalificação da Calçada da Fonte, com criação de anel ciclável e pedonal até à aldeia de Cidreiro (529.292,25€), a requalificação da Estrada Municipal entre a EN2 e a aldeia de Seada (306.976,00€), a instalação do novo emissário de águas residuais do Carrascal (189.393,56€), e a 3ª Fase dos Passadiços do Penedo Furado (158.465,29€),

- Publicidade -

Em declarações ao mediotejo.net, o presidente da Câmara Municipal, Ricardo Aires (PSD), destacou o investimento de grande fôlego em todo o concelho e disse que, além dos trabalhos em curso e em arranque de obra, encontram-se já terminados os trabalhos de reparação das calçadas de Portela, Salavisa e Zaboeira (84.303,37€) e a 2ª Fase dos Passadiços do Penedo Furado (110.230,00€). Em fase de conclusão encontram-se as empreitadas da nova plataforma de captação de água, em Zaboeira (127.112,00€), e a ampliação do Skate Park de Vila de Rei (47.695,76€).

ÁUDIO: RICARDO AIRES, PRESIDENTE CM VILA DE REI:

- Publicidade -

O autarca disse ainda que estão a decorrer a bom ritmo os trabalhos de requalificação da Estrada Municipal entre a EN2 e a aldeia de Seada (306.976,00€), a 3ª Fase dos Passadiços do Penedo Furado (158.465,29€), a construção do Terminal Rodoviário (144.096,14€), a requalificação da Calçada da Fonte, com criação de anel ciclável e pedonal até à aldeia de Cidreiro (529.292,25€), requalificação do Miradouro de Seada (14.612,10€) e instalação do novo emissário de águas residuais do Carrascal (189.393,56€).

Os trabalhos de requalificação do reservatório de água em Orgueira (157.813,36€) e a empreitada de alargamento de curvas em Casal Novo e pavimentações em Milriça (119.248,94€) vão ter início muito em breve, sendo deu conta o município.

Por outro lado, encontra-se igualmente em apreciação a candidatura com vista à 2ª Fase da Ampliação da Zona Industrial do Souto e criação de um Centro de Instalação Empresarial, num investimento previsto em 1.256.276,57€.

O Município tem ainda um projeto para a requalificação do Miradouro de Fernandaires, que aguarda aprovação por parte da APA – Agência Portuguesa do Ambiente.

No total, o conjunto de trabalhos sinalizados representam um investimento global na ordem dos 3.2 milhões de euros.

Em comunicado, o presidente da autarquia vilarregense, dá conta que este conjunto de trabalhos – que engloba áreas tão diversas como o transporte, a mobilidade, a indústria, o turismo, o desporto, a saúde, entre outros – “vai traduzir-se em importantes mais-valias para a nossa comunidade, com melhores condições para a fixação de população, o desenvolvimento turístico e, consequentemente, a atração de novas empresas, novos postos de trabalho e maior riqueza para o nosso concelho.”

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).