- Publicidade -

Vila de Rei | Surtos de covid-19 dados como extintos nos lares de S. João do Peso e Fundada

Os surtos de covid-19 que afetaram utentes e funcionários no Centro de Acolhimento de S. João do Peso e no Centro de Dia ‘Família Dias Cardoso’, na Fundada, concelho de Vila de Rei, já foram dados como extintos pelas entidades competentes, informa a autarquia. Esta quarta-feira, dia 3 de março, a equipa de Proteção Civil de Vila de Rei salienta a diminuição do número de casos.

- Publicidade -

“Existem, à data, 3 casos positivos no concelho e 17 pessoas em vigilância. No total, Vila de Rei teve já 148 positivos acumulados, com 136 pessoas recuperadas e 9 óbitos a lamentar”, pode ler-se em nota de imprensa. Saliente-se que os óbitos em causa estão relacionados com os surtos detetados nos lares.

A Proteção Civil municipal dá conta ainda de levantamento sobre o processo de vacinação no concelho. Durante o mês de janeiro foram vacinadas 738 pessoas (424 utentes e 314 funcionários de IPSS) com a primeira dose da vacina. Já no mês de fevereiro foi dada a segunda dose da vacina a 339 utentes e 248 funcionários, que não haviam testado positivo à covid-19.

- Publicidade -

A primeira dose da vacina foi ainda administrada a 22 bombeiros, 6 militares da GNR, 91 pessoas com mais de 80 anos e 38 pessoas entre os 50 e os 65 anos com problemas de saúde associados.

Quanto aos utentes e funcionários que não foram infetados com covid-19, quer no Centro de Acolhimento de S. João do Peso, quer no Centro de Dia ‘Família Dias Cardoso’, vão ser vacinados com a segunda dose durante os primeiros dias do mês de março.

Na mesma informação, a equipa de Proteção Civil de Vila de Rei ressalva que durante o processo de vacinação aos idosos do concelho, aqueles que não tenham meios para se deslocar ao Centro de Saúde de Vila de Rei podem solicitar esse transporte através dos números 930 421 098, 912 263 895 ou 274 890 010.

Foto: DR

Apesar da diminuição do número de casos e do abrandar da situação pandémica, nomeadamente no concelho, Ricardo Aires, presidente da Câmara Municipal, reforça o apelo para “manutenção de todos os cuidados com o distanciamento social, uso de máscara, higienização das mãos e etiqueta respiratória”.

Para o edil, a diminuição do número de casos “não pode significar um relaxamento nos nossos comportamentos porque esta não é ainda uma batalha ganha”, diz.

“Aproveito também para apelar às pessoas que nos visitam – e que são muito bem-vindas a Vila de Rei – cumpram também todos os corretos comportamentos. Vamos, todos juntos, unir esforços e ultrapassar toda esta difícil situação”, termina o autarca.

O Município de Vila de Rei  tem vindo a disponibilizar várias linhas de apoio e serviços, desde apoio psicológico e social, onde se inclui também a entrega de medicamentos, alimentos e outros produtos básicos essenciais. Para mais informações deverão contactar 912 514 347.

Em funcionamento está também uma Linha de Apoio ao Empresário, que presta todos os esclarecimentos essenciais aos empresários, administradores e proprietários de espaços comerciais. Os interessados devem contactar o Gabinete de Dinamização da Atividade Económica (938 701 485) ou o CLDS 4G de Vila de Rei (966 039 780).

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres: o conhecimento e o saber, a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).