Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Outubro 27, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Vila de Rei/Sertã | Ponte da Várzea Carreira alvo de obras de beneficiação

A Ponte da Várzea Carreira, que liga os concelhos de Vila de Rei e Sertã, nas imediações das aldeias de Cabeça do Poço e Chão da Telha, foi alvo de trabalhos de beneficiação, numa obra intermunicipal promovida pelas duas autarquias.

- Publicidade -

Segundo nota enviada à imprensa pela CM Vila de Rei, “os trabalhos de melhoramento e beneficiação da ponte incluíram a estabilização dos pilares e o encaminhamento das águas fluviais, mantendo as suas caraterísticas físicas e estruturais”.

Para a execução da obra, o Município de Vila de Rei cedeu todos os materiais necessários, já a autarquia da Sertã ficou encarregue da mão-de-obra necessária.

- Publicidade -

A mesma nota faz referência à Ponte da Várzea Carreira, em termos históricos, apontando que “foi, segundo alguns historiadores, construída entre os séculos I e IV, sendo posteriormente reconstruída nos séculos XIII e XIV”, tendo ainda sido “durante muitos anos, a principal ligação entre os concelhos de Vila de Rei e Sertã, com muitas pessoas e veículos a circularem diariamente”.

A ponte é sustentada por seis arcos plenos, que apresentam diâmetros aproximados. Está ainda dotada de “cinco talhamares interrompidos de secção semicircular e situados a montante”, segundo informação do IGESPAR.

Ricardo Aires, presidente da CM Vila de Rei, entende que “esta obra surge de um esforço conjunto das autarquias de Vila de Rei e Sertã para a preservação de um importante marco cultural e histórico dos dois Municípios”, considerando que a importância histórica deste que foi “durante muitos anos, o principal elo de ligação entre os dois concelhos” deve ser “preservada e divulgada”, termina a mesma informação.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome