- Publicidade -

Sábado, Dezembro 4, 2021
- Publicidade -

Vila de Rei | Sem a edição deste ano, Festival Rock na Vila lança playlist no Spotify

A organização do Festival Rock na Vila assinalou a data em que estaria previsto o arranque da 17ª edição do festival com o lançamento de uma lista de reprodução na plataforma Spotify, incluindo uma hora de música com canções de artistas que estão já confirmados para atuarem em Vila de Rei no próximo ano.

- Publicidade -

A lista inclui temas de Murta, Plutónio, Truekey, Artigo 21 e Mercadoria, e é de acesso gratuito, bastando para isso aceder aqui.

Paulo César Luís, vice-presidente do Município e vereador com o pelouro da Juventude, convida a todos a desfrutar desta playlist como aquecimento para a edição de 2022 do Rock na Vila.

- Publicidade -

“A pandemia de covid-19 impossibilitou a realização presencial de diversos eventos, mas não queremos deixar passar esta data sem lembrar a música e as boas vibrações do Festival Rock na Vila. Atrevam-se a desfrutar e divirtam-se com alguns dos artistas que irão fazer parte do cartaz para 2022”, refere em nota de imprensa.

Organizado pelo Município de Vila de Rei, o Rock na Vila afirma-se como um festival para todas as idades e essencialmente dedicado a bandas portuguesas e muito viradas para o rock. É de entrada livre e tem campismo gratuito, proporcionando ainda acesso às piscinas descobertas, ginásio, atividades desportivas e de lazer complementares ao cartaz.

Este festival – que já conta com 16 edições – esteve, pelo quinto ano consecutivo, nomeado para os Iberian Festival Awards, prémios que distinguem os melhores festivais de música de Portugal e Espanha. Na edição de 2020 destes prémios, o Rock na Vila esteve nomeado nas categorias de “Best Medium Size”, “Best Infrastrucuture” e “Contribution to Sustainability”, “Best Hosting and Reception”. Já a atuação dos Blasted Mechanism na edição de 2019 valeu a nomeação para “Best Live Performance”.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome