Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Segunda-feira, Novembro 29, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Vila de Rei | Quinzena do Teatro Solidário de volta ao concelho

A décima quarta edição da Quinzena do Teatro Solidário de Vila de Rei tem início marcado para dia 17 de novembro, com a primeira peça a ter lugar na Casa do Povo de S. João do Peso. Na iniciativa, o público volta a ser convidado a doar um género alimentício para apoiar as famílias mais carenciadas do concelho.

- Publicidade -

Pelo Grupo de Teatro Meia Via, de Torres Novas, a partir das 21h00, estará em palco a peça “Falar Verdade a Mentir”, uma comédia baseada na obra de Almeida Garrett, escrita no século XXIX e agora encenada por Hugo Gama.

Esta fala sobre “a ética burguesa da sociedade portuguesa após as revoluções liberais, em contraste com as aparências da vida decrépita do antigo regime feudal. Na peça, Brás Ferreira, um antigo negociante do Porto, vem a Lisboa para pôr à prova Duarte, o noivo de sua filha Amália, a fim de testar a honestidade do seu futuro genro. Se o apanhar numa mentira, o casamento não se realizará. Duarte, após alguns meses, já ganhou o vício da capital e encontra-se na eminência de inventar mais uma das suas. Felizmente, Joaquina, a empregada fiel e confidente de Amália, a quem esta havia prometido um dote, e José Félix, seu namorado alfacinha e chofer particular do Coronel Lemos, um amigo influente da família de Duarte, juntam-se à comédia para ajudar os apaixonados a tentar fazer das mentiras verdades”, lê-se na sinopse enviada em nota de imprensa pela autarquia.

- Publicidade -

A XIV Quinzena do Teatro prossegue, sendo que a 24 de novembro, a noite será dedicada ao Stand Up Comedy, no Auditório Municipal de Vila de Rei, com a presença dos comediantes Guilherme Duarte, Ricardo Cardoso e Hugo Subtil. Já a 1 de dezembro sobe a palco o ‘Caminho Marítimo para a Desgraça’, pelo Grupo de Teatro ‘DRA/MAT’, no Salão do Clube da Fundada.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome