Vila de Rei: PS quer portagens A23 reduzidas em 40% para residentes do Interior

Bancada do PS da Assembleia Municipal de Vila de Rei entregou proposta de redução das portagens na A23 (Foto: mediotejo.net)

O Partido Socialista de Vila de Rei entregou à Assembleia Municipal uma proposta de diminuição das portagens na A23 de, no mínimo, 40% para residentes e empresas implantadas nas regiões do interior (Beira Baixa, Beiras e Serra da Estrela e Médio Tejo).

PUB

Esta proposta de diminuição das portagens na A23, que já tinha sido apresentadas pelos vereadores do Partido Socialista à autarquia, numa reunião de Câmara privada, foi agora também entregue à Assembleia Municipal de Vila de Rei e restantes bancadas dos partidos com assento neste órgão pelas mãos de José Januário (PS).

Na ocasião, durante a última sessão da Assembleia Municipal de Vila de Rei, que se realizou esta quinta-feira, dia 28 de abril, José Januário (PS) salientou que esta proposta “é para mostrar que o PS está a favor da diminuição das portagens, mas o que era ideal era que terminassem, mas apresentámos esta proposta que foi estudada e baseada em números, com base nos rendimentos e custos das autoestradas em Portugal, comparativamente com a A23”.

PUB

José Januário referiu ainda que “vai haver uma renegociação com a concessionária e que no verão já deveremos ter a diminuição das portagens”.

Na sua proposta de diminuição das portagens na A23, o PS de Vila de Rei começa por referir que o regime de cobranças nesta autoestrada “colocou fortes entraves ao crescimento económico da região e acentuou ainda mais as assimetrias entre o Litoral e o Interior de Portugal”.

PUB

Salientam ainda que “o Governo liderado por Pedro Passos Coelho, não teve em conta as fortes assimetrias que existem entre as diferentes regiões do país e em vez de garantir uma maior equidade e justiça social, o resultado foi exatamente contrário. Posteriormente, ainda acabou com o regime de descriminação positiva para as populações e empresas da região, o que levou à quebra do investimento na região e a uma redução de aproximadamente 40% do tráfego rodoviário”.

A redução das portagens na A23 é uma medida a implementar “tendo em conta o objetivo de criar uma maior equidade e justiça social para as populações e aumentar a competitividade e produtividade das empresas da região para as quais a A23 é uma importantíssima via de circulação”, refere a proposta do PS de Vila de Rei.

Para a elaboração da proposta, o PS de Vila de Rei analisou dados estatísticos entre as diferentes regiões do país, constatando que “no que toca ao PIB per capita as diferenças entre o interior do país (Beira Baixa, Médio Tejo, Beiras e Serra da Estrela) e a Área Metropolitana de Lisboa “são bastante visíveis em relação à média portuguesa”.

“Se olharmos para o ganho médio mensal de um trabalhador por conta de outrem na NUT Médio Tejo, verifica-se que este é inferior em 14% quando comparado com a média nacional e inferior em 32% quando comparado com um trabalhador da Área Metropolitana de Lisboa”, pode ler-se na proposta do PS de Vila de Rei.

Depois de ter sido acusado várias vezes pelo executivo camarário, de maioria PSD, de não estar ao lado dos vilarregenses na defesa dos seus interesses no que toca à diminuição do valor das portagens na A23, o PS de Vila de Rei apresentou esta proposta onde propõe que “no mínimo, estas sejam reduzidas em 40% para as populações e empresas residentes/implantadas nas NUTS Beira Baixa, Beiras e Serra da Estrela e Médio Tejo”.

O PS de Vila de Rei esclarece ainda que só agora esta proposta foi apresentada “porque quisemos esperar pela discussão do Orçamento de Estado para o ano de 2016 no sentido de perceber se este tema iria ser abordado ou não”.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here