Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Julho 28, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Vila de Rei: Portagens da A23 aquecem discussão na reunião de Câmara

O pedido de redução das portagens na A23 voltou a incendiar a discussão entre o PS e o PSD de Vila de Rei, desta vez durante a reunião do executivo camarário, depois de o assunto já ter sido motivo de discussão acesa na Assembleia Municipal, gerando, inclusive, uma troca de comunicados entre estes dois partidos políticos.

- Publicidade -

Esta terça-feira, dia 15 de março, durante a reunião de Câmara de Vila de Rei, no momento da votação do ponto 9 que respeitava a um pedido da autarquia dirigido ao Governo para a redução das portagens na autoestrada A23, voltou a estoirar a discórdia entre PS e PSD.

Na proposta com o pedido de redução das portagens na A23, efetuada pelo Gabinete da Presidência, que resulta de uma recomendação efetuada pela Assembleia Municipal e aprovada por maioria, com as abstenções da bancada do PS, pode ler-se que “a A23 deveria ser encarada como um ponto fundamental para beneficiar a economia do interior, onde Vila de Rei se inclui, até porque as portagens na A23 estão 40% acima do custo das outras scuts”.

- Publicidade -

“O executivo camarário terá o papel de atuar no sentido de beneficiar os vilarregenses, de defender os interesses dos munícipes, deve exercer influência junto do governo, pois, já que em campanha eleitoral manifestaram a intenção de reduzir as portagens, mais premente se torna tomarem essas medidas pelo facto de ter sido um governo socialista a introduzir as portagens na A23”, pode ainda ler-se na proposta de redução das portagens.

“Chegou a oportunidade de o PS assumir essa paternidade, paternidade essa que sempre enjeitou. Estamos cientes que se se conseguir reduzir os preços das portagens, será um forte contributo para que cada vez mais, mais pessoas venham visitar Vila de Rei, boa terra, de boa gente, bons costumes, boa gastronomia, belas paisagens e de bons eventos e ainda se torne mais apetecível para novas empresas se instalarem. Assim, o executivo camarário propõe que junto do governo central se solicite a redução dos custos das portagens para os utilizadores da A23”, termina o texto da proposta apresentada pelo Gabinete da Presidência.

No momento da votação da proposta, Luís Miguel Jerónimo, vereador do PS, começou por referir que a mesma estava mal redigida e fez a leitura de uma declaração de voto contra este ponto salientando que “a redução das portagens na A23 sempre foi uma bandeira do Partido Socialista de Vila de Rei, bem como da Federação Distrital de Castelo Branco do Partido Socialista, independentemente de quem chefiava o governo de Portugal. No entanto começamos por dar uma garantia aos vilarregenses: seremos sempre contra qualquer hipocrisia e falsidade que venha de qualquer campo político”.

“Perguntamos ao PSD de Vila de Rei onde estava nos últimos quatro anos e meio do governo de coligação PSD/CDS-PP? Durante esse tempo também não deviam estar a defender os interesses dos vilarregenses?”, questionaram os vereadores do PS perguntando ainda “porquê só agora a apresentação deste pedido?”. Por outro lado, os vereadores do PS defendem ainda que a proposta “devia estar detalhada e quantificada”.

Na sua declaração de voto contra, os vereadores do PS referem ainda que “esta proposta mais uma vez serve simplesmente para enganar o povo vilarregense, tentando passar a ideia de que o Partido Socialista de Vila de Rei é contra a redução das portagens na A23. Puro manobrismo e taticismo político que não defende os interesses de todos os vilarregenses mas sim os do próprio PSD”.

Os vereadores do PS terminam a sua declaração de voto com uma promessa: “após a discussão e aprovação do orçamento de estado para 2016, o Partido Socialista de Vila de Rei apresentará a sua proposta devidamente quantificada e justificada ao povo vilarregense, com a seriedade que ele merece. Só assim é possível contribuir para um debate político objetivo e transparente que eleve os padrões da política”.

vila de rei_cm_15março
As portagens na A23 têm sido motivo de grande discussão entre o PS e PSD de Vila de Rei (Foto: mediotejo.net)

Na ocasião, Paulo César Luís, vice-presidente da Câmara Municipal de Vila de Rei, referiu que “ os vilarregenses exigem ao PS, mais do que a defesa da língua portuguesa, é a defesa dos interesses dos vilarregenses”.

“Nunca vi o PS de Vila de Rei a apresentar uma proposta aqui ou em Assembleia Municipal para abolição das portagens”, referiu ainda Paulo César Luís.

Dirigindo-se aos vereadores do PS, Paulo César Luís referiu que “O PS diz que é a favor da redução das portagens mas apresenta argumentos para elas se manterem assim e é esta incoerência que ninguém percebe”.

Respondendo à questão dos vereadores do PS sobre o porquê de só agora fazerem este pedido de redução das portagens, Paulo César Luís disse que “isso advém das promessas apresentadas pelo Partido Socialista que disse que iria reduzir as portagens e a primeira coisa que fez foi permitir que elas aumentassem”.

“Nós queremos que seja apresentada uma proposta de redução naquilo que o Governo considerar que é justificável, aceitável e potenciador das gentes do interior e das suas empresas”, salientou Paulo César Luís.

“Nós demos o primeiro passo e agora o Partido Socialista que justifique a não redução”, referiu o vice-presidente da autarquia de Vila de Rei.

Na reunião de Câmara, Ricardo Aires, presidente da Câmara de Vila de Rei, tomou a palavra dizendo que “nós estamos a propor uma redução das portagens na A23 porque o Governo prometeu ao povo que ia diminuí-las e aumentou-as” e que “estamos aqui para proteger todos os vilarregenses”.

A proposta de pedido de redução das portagens na A23 foi aprovada por maioria com dois votos contra dos vereadores do PS.

Entrou no mundo do jornalismo há cerca de 13 anos pelo gosto de informar o público sobre o que acontece e dar a conhecer histórias e projetos interessantes. Acredita numa sociedade informada e com valores. Tem 35 anos, já plantou uma árvore e tem três filhos. Só lhe falta escrever um livro.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome