Sábado, Fevereiro 27, 2021
- Publicidade -

Vila de Rei | Número de casos ativos sobe para 89 devido a dois surtos em lares

O concelho de Vila de Rei está a braços com dois surtos ativos em dois lares de idosos, e a Proteção Civil municipal, após reunião na manhã desta sexta-feira, dia 5 de fevereiro, aponta para 89 casos positivos ativos. O alastrar da pandemia de covid-19, refere a Proteção Civil, está ligado aos surtos nos lares de São João do Peso e de Fundada. Há já a lamentar o falecimento de seis utentes. O surto no lar da Fundada levou a transmissão do novo coronavírus na comunidade, estando a ser acompanhada a situação pela Proteção Civil e autoridade de saúde.

- Publicidade -

Segundo informação veiculada em nota de imprensa, contabilizam-se atualmente 25 casos positivos entre utentes do Centro de Acolhimento de São João do Peso, o primeiro surto a ser detetado. Nesta instituição há a lamentar dois falecimentos de utentes.

“Atualmente, todos os utentes infetados estão assintomáticos e aqueles que testaram positivo mais cedo serão novamente testados em breve”, pode ler-se.

- Publicidade -

Por outro lado, refere-se que “os funcionários do turno que se encontrava em período de descanso foram todos testados, com resultado negativo, e entraram já ao serviço. Os funcionários que se encontravam a trabalhar começaram já o seu período de descanso, em isolamento, e serão testados nos próximos dias”.

Foto: Getty Images

Em Fundada, no Centro de Dia Família Dias Cardoso, contabilizam-se 42 utentes e 15 funcionários positivos. Uma utente está internada, e todos os restantes casos mantêm-se assintomáticos ou com sintomas ligeiros. Nesta instituição há também a lamentar o falecimento de quatro utentes.

No caso da Fundada, “os 15 funcionários da instituição que testaram positivo irão entrar novamente ao serviço após dez dias de isolamento, com os funcionários atualmente em serviço a entrarem no período de descanso, em isolamento. Estes funcionários serão igualmente testados novamente antes de voltar a entrar em funções”, decisões tomadas seguindo as diretrizes da Direção Geral de Saúde.

Acontece que este surto se espalhou para a comunidade local “com sete infeções de familiares de funcionários”. Aqui, segundo informação da Proteção Civil, os casos detetados em familiares de funcionários “encontram-se em isolamento e os seus possíveis contactos estão também a ser rastreados e colocados em isolamento profilático para futura testagem”.

Perante esta nova realidade no concelho, o autarca Ricardo Aires afirma que “estão a ser tomadas todas as devidas medidas para evitar a propagação do vírus na comunidade”, mas não deixa de apelar à comunidade vilarregense para que cumpra com o seu dever.

Ricardo Aires apela à população para que cumpra com as regras e medidas decretadas, a fim de se conseguir estancar o alastrar da pandemia na comunidade. Foto: arquivo/mediotejo.net

Considera o autarca estarem as instituições e entidades a fazerem tudo para controlar a situação do alastrar da pandemia relativo aos surtos em São João do Peso e Fundada, mas alerta que é também necessária a colaboração de todos.

“Precisamos também da ajuda de todos. Reforço o apelo: fique em casa! Só assim será possível evitar que o vírus se continue a disseminar. Mantenha todos os cuidados de etiqueta respiratória e de isolamento social. Vamos, todos juntos, unir esforços para ultrapassar esta difícil situação”, apela o edil.

A Câmara Municipal de Vila de Rei relembra ter disponíveis um conjunto de serviços para os seus munícipes, nomeadamente apoio psicológico e social, que inclui entrega de medicamentos, alimentos e outros produtos básicos essenciais, a todas as pessoas que necessitem deste serviço. Para mais informações deve contactar-se o 919 636 872.

Também em funcionamento está a Linha de Apoio ao Empresário, que presta todos os esclarecimentos essenciais aos empresários, administradores e proprietários de espaços comerciais. Os interessados podem contactar o Gabinete de Dinamização da Atividade Económica – 938 701 485 ou o CLDS 4G de Vila de Rei – 966 039 780.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres: o conhecimento e o saber, a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).