Terça-feira, Março 2, 2021
- Publicidade -

Vila de Rei | Município encerra espaços desportivos e culturais, serviços de atendimento ficam condicionados

Com entrada em vigor do novo confinamento devido à pandemia de covid-19, o Município de Vila de Rei tomou algumas medidas de prevenção bem como encerrou espaços mediante o despacho governamental. Assim, desde dia 15 e até 30 de janeiro, existirão condicionantes no acesso a serviços municipais e estarão encerradas infraestruturas desportivas e culturais. As reuniões de Câmara abertas ao público, na terceira sexta-feira de cada mês, vão manter-se, sendo necessário inscrição prévia para assistir à sessão.

- Publicidade -

O Complexo de Piscinas, Ginásio Municipal, Museu da Geodesia, Museu Municipal, Museu do Fogo e da Resina e Biblioteca Municipal José Cardoso Pires vão estar fechados ao público enquanto decorrer o período de confinamento, segundo nota de imprensa da autarquia.

Quanto ao atendimento nos balcões da Câmara Municipal de Vila de Rei será alargado no horário das 09h00 às 14h00 e das 14h30 às 17h00, mas apenas sob marcação prévia, através do número de telefone 274 890 010.

- Publicidade -

As reuniões camarárias realizadas na terceira sexta-feira de cada mês vão manter-se abertas ao público interessado, sendo necessário realizar a devida marcação para assistir e/ou participar.

Também os serviços prestados pelo Julgado de Paz vão estar disponíveis apenas por marcação, que deverá ser realizada através do número 274 898 117. O horário de atendimento ao público é entre as 09h00 e as 14h00.

Já o Transporte da Comunidade vai manter-se em funcionamento nos mesmos moldes que estavam já a ser praticados, nomeadamente no que diz respeito a horários e lotações máximas. Os funerais e velórios vão também manter as mesmas regras que haviam já sido tomadas anteriormente, com os funerais limitados a familiares e a 25 pessoas não familiares, e velórios apenas com a presença de familiares.

A autarquia dá ainda conta de iniciativa da unidade móvel ‘Esperança Porta-a-Porta’, que vai prestar “um apoio individualizado a todos os munícipes que necessitem, nomeadamente no apoio à aquisição de bens de primeira necessidade e/ou medicamentos a cidadãos que se encontrem em situação de isolamento ou infetados pelo vírus do Sars-Cov-2”.

Ricardo Aires, presidente do Município de Vila de Rei, Ricardo Aires, sublinha a necessidade de tomar medidas e cumprir com comportamentos preventivos em prol da segurança individual e coletiva. “Agora, mais que nunca, é essencial redobrarmos todos os cuidados face à evolução da pandemia da covid-19 no território nacional. Todos nós temos um papel importantíssimo na salvaguarda da saúde pública e no evitar do alastramento do vírus no nosso território. Mantenham-se atentos e continuem com os especiais cuidados na higienização das mãos, uso de máscara e cumprimento do devido distanciamento social”, aconselha o autarca.

O Município de Vila de Rei aproveita para relembrar a obrigatoriedade do uso de máscara nas deslocações aos serviços do Município e a balcões de atendimento, na utilização de transportes públicos, no acesso a diferentes tipos de comércio e na circulação e permanência na via pública sempre que o distanciamento físico se mostre impraticável.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres: o conhecimento e o saber, a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).