Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Trincanela

Sábado, Julho 24, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Vila de Rei | Município disponibiliza mapas de faixa de gestão de combustível de todas as aldeias

O Município de Vila de Rei disponibilizou para consulta no seu website uma listagem com todas as aldeias do concelho e as respetivas áreas de gestão de combustível que deverão ser realizadas pelos respetivos proprietários até 15 de março.

- Publicidade -

Em comunicado, a autarquia recorda que aos donos dos terrenos “compete realizar a gestão de combustível numa faixa de 50m à volta de habitações, estaleiros, armazéns, oficinas, fábricas ou outros equipamentos, medidos a partir da alvenaria exterior da edificação”.

Na mesma informação pode ler-se que, no que toca a “aglomerados populacionais inseridos ou confinantes com espaços florestais previamente definidos nos planos municipais de defesa da floresta contra incêndios, a gestão de combustíveis deverá ser efetuada numa faixa exterior de proteção de largura mínima não inferior a 100m”.

- Publicidade -

Caso as intervenções não sejam feitas até ao limite estipulado por lei (até 15 de março) estarão a ser cometidas infrações ao decreto-lei, o que constitui contraordenações puníveis com coimas de 280€ a 10.000€, em caso de pessoas singulares, ou de 1.600€ a 120.000€, no caso de pessoas coletivas.

Para consultar a faixa de gestão de combustível da respetiva localidade deve seguir-se a seguinte ligação: http://www.cm-viladerei.pt/index.php/pt/viver/protecao-civil/faixa-de-gestao-de-combustivel

Fonte: CMVR

Também neste âmbito, o Município de Vila de Rei e a GNR irão iniciar um ciclo de ações de sensibilização, a começar no Auditório Municipal de Vila de Rei, pelas 11h00 do dia 22 de fevereiro, seguindo-se o edifício da Junta de Freguesia da Fundada, pelas 18h00 de 24 de fevereiro, e a Casa do Povo de S. João do Peso, pelas 11h30 de 25 de fevereiro.

 

 

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here