- Publicidade -

Vila de Rei | Município avança para ampliação dos Passadiços do Penedo Furado

O Município de Vila de Rei vai avançar para a segunda fase de construção dos Passadiços do Penedo Furado, tendo concluído a 15 de junho a fase de apresentação de propostas para a sua execução. A obra tem um preço base de 105.280,00€ + IVA, com um prazo de execução de quatro meses, e vai ligar o atual término dos Passadiços ao miradouro das Fragas do Rabadão, acima da cascata mais acessível daquele espaço inaugurado em 2019.

- Publicidade -

Segundo a autarquia vão ser intervencionados 760 metros de extensão, com regularização do piso e colocação de guardas em madeira, sendo acrescentados mais 260 metros de passadiços em madeira. “Os trabalhos vão criar uma via de acesso à Bicha Pintada em passadiço, remoção de grades metálicas e consequente substituição por madeira e substituição de pontes em betão por pontes em madeira”, refere.

Paulo César Luís, vice-presidente da autarquia e vereador com o pelouro do Turismo, afirma que “depois do enorme sucesso atingido com a criação dos Passadiços do Penedo Furado – que ajudou bastante a impulsionar ainda mais o turismo em Vila de Rei – tornava-se necessário expandir esta infraestrutura para que os visitantes possam, de forma mais rápida, fácil, segura e acessível, chegar a novos pontos e miradouros”, nota, referindo por exemplo à zona superior da cascata, onde se alcança o Miradouro das Fragas do Rabadão, com estatuetas religiosas oferecidas por populares e que formam uma via-sacra com representação de santos e padroeiros.

- Publicidade -

Para o autarca, “o turismo tem, cada vez mais, vindo a afirmar-se como uma das áreas que mais pode dinamizar e auxiliar a economia local e, desta forma, o alargamento dos Passadiços do Penedo Furado será mais um importante passo nesse sentido”, conclui.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres: o conhecimento e o saber, a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).