Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Outubro 23, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Vila de Rei | Município avança com requalificação da Zona Industrial do Souto

Foi levada a reunião de Câmara Municipal de Vila de Rei, esta sexta-feira, 16 de março, a proposta para lançamento da empreitada por concurso público da realização das infraestruturas urbanísticas da Zona Industrial do Souto, que ficará completa, após esta obra. A intervenção tem 500 mil euros de preço base.

- Publicidade -

O executivo camarário de Vila de Rei aprovou por unanimidade a abertura de um Concurso Público para a realização da empreitada de “Infraestruturas urbanísticas na Zona Industrial do Souto”.

De entre os trabalhos a desenvolver, destaca-se a criação de arruamentos, rede de águas e esgotos, rede elétrica, iluminação e telecomunicações, que irão dotar a Zona Industrial do Souto de melhores condições para atrair novas empresas para o concelho.

- Publicidade -

O Concurso Público será publicado em breve em Diário da República, com um preço base de 500.000,00€ (comparticipados a 85% pelo FEDER – Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional) e um prazo de execução de 8 meses.

Com vista a infraestruturar todos os lotes da Zona Industrial do Souto, “por forma a dinamizar e atrair assim mais atividade económica para o nosso concelho, torna-se necessário avançar com a realização das obras de urbanização da referida Zona Industrial” explicou o presidente da Câmara Municipal de Vila de Rei, esta sexta-feira, em reunião de Executivo. Indicou ainda que financeiramente estão reunidas as condições para o lançamento da empreitada.

“Chegou a altura de completar a zona industrial do Souto. São 500 mil euros e com a ampliação da ETAR [Estação de Tratamento de Águas Residuais] ficará com ótimas condições para atrairmos mais indústria para o concelho de Vila de Rei” disse o presidente Ricardo Aires (PSD).

No entanto, o vereador do Partido Socialista, Luís dos Santos, recusou tomar uma posição antes de ter conhecimento do projeto e do caderno de encargos.

“Quando tomo as minhas decisões gosto de tomá-las em consciência” disse o eleito socialista. Foi explicado que o vereador não recebeu por e-mail o documento, como habitualmente, uma vez tratar-se “de um documento muito pesado” mas que “está disponível para consulta nos serviços”.

Uma vez que Luís dos Santos se mostrou favorável à ampliação da Zona Industrial, Ricardo Aires sugeriu que se aguardasse até segunda-feira após consulta e decisão do vereador do PS. Nesse caso a proposta será aprovada por unanimidade e o concurso segue de imediato. E foi o que sucedeu, com o vereador socialista a dar o seu voto favorável na segunda-feira e a fazer aprovar o documento por unanimidade.

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome