- Publicidade -

Quinta-feira, Janeiro 27, 2022
- Publicidade -

Vila de Rei | Município atribui 4 mil euros em vales de compras no comércio local aos funcionários

Privados dos habituais festejos e do jantar e Natal que costumava acontecer, mas que este ano não se realiza devido aos constrangimentos da pandemia de covid-19, o Município Vila de Rei investiu as verbas destinadas ao jantar de Natal em vales de compra no comércio loca, num investimento de 4 mil euros. Esta que era uma prática comum, com atribuição de vouchers aos funcionários da autarquia, tem agora reforço para o dobro, aumentando para 20 euros, e com intuito de apoiar o comércio local do concelho.

- Publicidade -

Nos anos anteriores o município presenteava os funcionários com um vale de compras de 10 euros, para usar no comércio local, mas este ano, face à necessidade de distanciamento social e impedimento de convívios numerosos, a autarquia entregou cerca de 200 vales de 20 euros, num investimento global a rondar os 4 mil euros, pode ler-se em nota de imprensa.

Ricardo Aires, presidente da CM Vila de Rei, refere na mesma nota que “num ano atípico e onde, por motivos de força maior, estamos impedidos de celebrar o Natal com a alegria e os convívios que habitualmente marcam esta data, o Município optou por oferecer este vale de compras aos seus colaboradores, auxiliando ao mesmo tempo os estabelecimentos comerciais do concelho”.

- Publicidade -

O autarca refere que o apoio ao comércio local  é “uma medida de extrema importância num contexto excecional como o que vivemos atualmente, sendo que esta injeção de capital na economia local será certamente um importante apoio aos nossos comerciantes, atendendo aos efeitos nefastos provocados pela pandemia da covid-19”, conclui.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome