Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Dezembro 1, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Vila de Rei | Município adere a programa de transformação de óleos alimentares

O Município de Vila de Rei aderiu a um programa pioneiro a nível mundial, o Green Grease, que garante a transformação de óleos alimentares usados em detergentes ecológicos profissionais, utilizando uma tecnologia patenteada pela Universidade de Coimbra. Para Ricardo Aires, presidente da Câmara Municipal de Vila de Rei, a adesão a esta iniciativa serve para “mudar a forma como gerimos os óleos alimentares usados recolhidos no concelho e servir de exemplo nas áreas da ecologia, reciclagem e valorização de recursos”.

- Publicidade -

Em Portugal são geradas 150 toneladas de óleos alimentares usados, sendo que cerca de metade desse óleo usado não é valorizado. Esta situação traduz-se em graves danos para o ambiente e, para os Municípios, uma vez que representa um peso financeiro estimado de 300 milhões de euros para remover estes mesmos óleos usados das águas das ETARs, lê-se em informação enviada pela CM Vila de Rei.

Assim, surge o programa Green Grease, assente nos princípios da Economia Circular para solucionar, de forma mais eficiente, dois problemas com que a maioria dos estabelecimentos profissionais se deparam diariamente: a recolha de óleo alimentar usado e o fornecimento de detergentes ecológicos. Aqui, também há garantia que estes estabelecimentos recebem certificados ecológicos devidamente reconhecidos pela Quercus.

- Publicidade -

O programa, assente nas fases “Recolher, Transformar, Produzir, Retribuir”, “materializa uma ligação entre a transformação de um resíduo (óleo alimentar usado) e o fornecimento de um produto de primeira necessidade (detergentes ecológicos profissionais de elevada biodegradabilidade)”, tornando-se assim pioneiro a nível mundial.

Por outro lado, pretende incentivar ao depósito de óleo alimentar usado no oleão, reforçando que se trata de “um gesto simples que pode ser adotado no dia-a-dia e que contribui para a salvaguarda e preservação do ambiente”.

Ao depositar os óleos usados nos óleões, contribui-se para a diminuição da emissão de gases com efeito estufa, para a redução da contaminação dos lençóis freáticos e da quantidade de óleos e gorduras nas águas residuais, ao passo que se está também a valorizar o óleo alimentar usado, que pode ser convertido noutros produtos, diminuindo assim a dependência externa de combustíveis fósseis e contribuindo para a preservação dos recursos naturais, termina a mesma informação.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome