- Publicidade -

Sábado, Janeiro 22, 2022
- Publicidade -

Vila de Rei | Fatura de água do mês de agosto gratuita para toda a população

Face aos elevados consumos de água registados no mês de agosto em Vila de Rei, grande parte utilizada para o combate aos incêndios que despoletaram no concelho entre 13 e 18 de agosto, o executivo camarário aprovou por unanimidade, em reunião ordinária realizada a 5 de setembro, a isenção total da faturação de água do mês de agosto, anunciou a autarquia.

- Publicidade -

Em nota de imprensa, a autarquia refere que “os incêndios, que destruíram a área florestal e culturas de cerca de 50% do concelho e colocaram em risco as respetivas habitações, levaram a que a população fosse obrigada a recorrer à água da rede pública para os combater, fazendo com que os consumos disparassem para valores muito acima dos habitualmente registados nesta época do ano”.

Citado na mesma nota, o presidente da Câmara Municipal de Vila de Rei, Ricardo Aires, adiantou que “tendo igualmente em conta o Estado de Calamidade Pública declarado pelo Gabinete do Primeiro-Ministro e da Ministra da Administração Interna que abrangeu o Concelho de Vila de Rei, o Município decidiu avançar com este apoio que, com a não cobrança da respetiva fatura de água no mês de agosto, pretende atenuar os sacrifícios realizados pelos Vilarregenses durante os incêndios”.

- Publicidade -

“A isenção foi atribuída a todo o Concelho pois, mesmo nas localidades não afetadas por esta calamidade, as pessoas foram-se precavendo face à propagação das chamas, regando as suas propriedades e enchendo os seus depósitos de água, aumentando bastante desta forma os seus consumos”, concluiu.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome