- Publicidade -

Sexta-feira, Janeiro 28, 2022
- Publicidade -

Vila de Rei | Encontro de Concertinas repetiu sucesso com muita adesão do público

O Parque de Feiras de Vila de Rei recebeu, na tarde de 22 de setembro, a décima segunda edição do Encontro de Concertinas de Vila de Rei, num evento organizada pela Casa do Benfica de Vila de Rei, com o apoio da Câmara Municipal e da Junta de Freguesia de Vila de Rei. A iniciativa voltou a repetir o sucesso das edições anteriores, com largas centenas de pessoas na assistência, que não se cansaram de aplaudir os cerca de 200 concertinistas que passaram naquele palco.

- Publicidade -

O evento contou com participação de diversos grupos oriundos de diferentes pontos do país, como a Escola de Concertinas Filipe Oliveira, Grupo de Concertinas de Dornes, Grupo de Concertinas do Machio, Grupo de Concertinas da Lousã, Grupo Foles e Cantorias de Santa Clara – Coimbra, Grupo Associação de Tocadores de Concertina de Castelo Branco, Grupo de Concertinas de Proença-a-Nova, Grupo de Concertinas da Sertã, Grupo de Concertinas ‘Amigos da Gandaia’ – Olival, Grupo de Concertinas da Casa do Povo de Ferreira do Zêzere e de António Alves – Oleiros, bem como dos anfitriões Grupo de Concertinas da Casa do Benfica de Vila de Rei e Escola de Concertinas da Casa do Benfica de Vila de Rei.

Ricardo Aires, presidente da Câmara Municipal de Vila de Rei, marcou presença no evento, e em nota de imprensa frisa que “o Encontro de Concertinas de Vila de Rei é já um dos principais marcos culturais do concelho”, sendo disso prova o público que aderiu à iniciativa. O autarca reconhece ainda o trabalho da Casa do Benfica de Vila de Rei “por este sucesso e pelo esforço em ajudar a preservar e promover as nossas tradições e a nossa cultura”.

- Publicidade -

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome