Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Outubro 27, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Vila de Rei | Empresa da indústria de alumínios instala-se na Zona Industrial do Souto

A Zona Industrial do Souto, em Vila de Rei, prepara-se para acolher uma nova empresa do ramo de fabricação de portões de alumínio de alta qualidade. A empresa, que ocupará para já o lote nº 20, tem como possibilidade a expansão também para o lote nº 21. A cedência dos terrenos foi já aprovada pelo executivo camarário.

- Publicidade -

Segundo informação da autarquia, “o requerente é um empresário português com vasta experiência na área e conhecimento do mercado, sendo que a empresa trabalhará com matéria-prima fornecida por uma extrusora portuguesa e os acessórios serão oriundos de uma empresa francesa”, pode ler-se.

Consta também que esta empresa irá “comercializar automatismos para os mesmos (autoportados telescópios e bifoldibg) e, posteriormente, iniciar a fabricação de portas de enrolar”, esperando atingir “a criação de 10 novos postos de trabalho, nomeadamente um encarregado, um empregado/a de escritório, um preparador (folhas de produção, desenhos técnicos e orçamentos), um vendedor e um técnico de corte”.

- Publicidade -

Ricardo Aires, presidente da Câmara de Vila de Rei, entende que “todo o investimento realizado na Zona Industrial do Souto ao longo dos últimos anos começa já a dar frutos, com as empresas a reconhecerem toda sua capacidade e potencial para que lá possam desenvolver o seu trabalho”.

O autarca reconhece que se trata de “mais uma empresa que prestará um importante contributo para o desenvolvimento económico e social do concelho, gerando postos de trabalho e dinamizando a economia local”, termina.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome