Vila de Rei | Dois casos de covid-19 confirmados em Unidade de Cuidados Continuados

Dois funcionários da Unidade de Cuidados Continuados (UCC) Rainha D. Leonor, em Vila de Rei, testaram positivo ao SARS-Cov-2, disse ao mediotejo.net fonte da instituição de solidariedade social. Esta segunda-feira todos os utentes e funcionários da UCC gerida pela Santa Casa da Misericórdia foram realizar testes, num total de cerca de 140 pessoas.

PUB

“O primeiro caso confirmado foi com uma funcionária da UCC, residente em Vila de Rei, tendo ficado de imediato em quarentena ainda na sexta-feira. Dos testes efetuados no sábado a 17 funcionários que mais estiveram em contacto de proximidade, apurou-se no domingo mais um caso positivo num funcionário, pelo que foi decidido realizar hoje [segunda-feira] testes a todos os 68 utentes e aos 54 funcionários que ainda não haviam sido testados”, disse Valdemar Joaquim, diretor geral da Santa Casa da Misericórdia de Vila de Rei (SCMVR).

Os resultados dos testes ao novo coronavírus deverão ser conhecidos durante o dia de terça-feira, sendo que, dos 13 municípios do Médio Tejo, só Vila de Rei não havia registado casos de novas infeções no período pós confinamento, tendo apenas um caso confirmado no mês e março. Hoje tem um total de três pessoas infetadas e dois casos ativos.

PUB

Com 280 utentes e 230 funcionários distribuídos por vários lares em Vila de Rei, os responsáveis da Misericórdia local vivem num “sobressalto constante” por receio de infeções com as cerca de 530 pessoas, entre utentes e funcionários, que tem à sua responsabilidade em Vila de Rei.

A SCMVR, com 240 utentes divididos por duas Estruturas Residenciais para Idosos (ERPI), um Centro Geriátrico, uma Unidade de Cuidados Continuados e mais 40 pessoas em apoio domiciliário, apostou desde o início do surto pandémico em medidas como a restrição de visitas aos utentes, o isolamento profilático dos mesmos após ida ao hospital para tratamentos, além do reforço dos cuidados de higiene, mediação das temperaturas e distribuição de equipamentos de proteção individual (EPI´s) a todas as equipas profissionais.

PUB
Mário Rui Fonseca
A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.
PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).