Quinta-feira, Março 4, 2021
- Publicidade -

Vila de Rei: Destilaria municipal será inaugurada até final de outubro

O lagar municipal de Vila de Rei vai passar a ter uma nova valência: uma destilaria, que implicou um investimento camarário de cerca de 20 mil euros, e que “estará pronta para inaugurar até ao final do mês de outubro”, anunciou o vice-presidente da autarquia, Paulo César Luís, ao mediotejo.net.

- Publicidade -

O assunto da destilaria de Vila de Rei chegou a ser mencionado na última sessão da Assembleia Municipal, realizada no dia 22 de setembro, quando Paulo Brito, presidente da Mesa da Assembleia, salientou a importância das obras que estão a ser feitas para a instalação da destilaria no edifício do lagar municipal. “O que precisamos de fazer no concelho é produzir e este é um passo importante”, referiu Paulo Brito, na ocasião.

O presidente da Assembleia Municipal de Vila de Rei aproveitou para deixar um desafio à autarquia dizendo que a secagem de frutos é algo muito interessante e que o edifício do lagar tem condições para albergar esse serviço.

- Publicidade -

Questionado pelo mediotejo.net, Paulo César Luís, vice-presidente da autarquia de Vila de Rei, informou que os equipamentos para instalação já destilaria já foram adquiridos, representando um investimento que ronda os 20 mil euros, e que esta nova estrutura “estará pronta para inaugurar até final do mês de outubro”.

Recorde-se que, tendo como objetivo fomentar a produção de medronheiro no concelho, o projeto de criação de uma destilaria foi avançado pela Câmara Municipal de Vila de Rei em dezembro do ano passado, justificado pela ausência de iniciativa privada para criar uma infraestrutura deste género no concelho.

A criação desta destilaria municipal não vai implicar a construção de nenhum novo edifício uma vez que irão ser aproveitadas as instalações do lagar, inaugurado há precisamente um ano, de modo a rentabilizar esta infraestrutura fora da campanha da azeitona.

Refira-se ainda que já em janeiro deste ano o executivo camarário aprovou a concretização de um protocolo de cooperação institucional com a Cooperativa Portuguesa do Medronho.

Entrou no mundo do jornalismo há cerca de 13 anos pelo gosto de informar o público sobre o que acontece e dar a conhecer histórias e projetos interessantes. Acredita numa sociedade informada e com valores. Tem 35 anos, já plantou uma árvore e tem três filhos. Só lhe falta escrever um livro.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).