Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Sábado, Novembro 27, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Vila de Rei | Deputada Cláudia André (PSD) defende integração de creches no sistema educativo

A deputada do PSD eleita pelo círculo de Castelo Branco, Cláudia André, visitou a Creche Municipal e a Creche e Jardim-de-infância da Santa Casa da Misericórdia de Vila de Rei, onde procurou “inteirar-se sobre as condições e as necessidades” daqueles equipamentos, dando seguimento à proposta do PSD para que a rede de creches possa integrar o Sistema Educativo Português ao invés de estar sob tutela da Segurança Social, situação que se verifica atualmente.

- Publicidade -

A deputada defende que “a política de proteção à infância deve ser uma prioridade nacional”.

Em nota de imprensa da autarquia de Vila de Rei, releva-se a passagem da deputada pelas creches, onde “ouviu e conversou com coordenadores, funcionários e com a Direção da Santa Casa, ficando a conhecer diretamente as necessidades e especificidades destes equipamentos de primeira-infância no concelho”. A deputada deixou ainda uma oferta a todas as crianças, que ganharam um livro com um conto infantil.

- Publicidade -

Cláudia André foi acompanhada na visita pelo presidente da Câmara Municipal Ricardo Aires (PSD), que realçou o setor da educação como prioridade da autarquia nos últimos anos, estando já em cima da mesa propostas para melhoria das condições das crianças e jovens.

“A educação e o bem-estar das crianças do nosso concelho tem sido, ao longo dos anos, uma das nossas principais prioridades. Atualmente, sentimos já a necessidade de avançar para a criação de uma nova creche, de forma a garantirmos as melhores condições para que as crianças possam, nesta crucial fase da primeira-infância, construir bases sociais e pedagógicas tão importantes para o seu saudável desenvolvimento”, disse.

Na ocasião, o autarca vilarregense manifestou ainda a sua preocupação pelo facto de “os municípios – tão importantes no trabalho de assegurar o funcionamento das creches nos concelhos com menor densidade populacional – não estarem abrangidos por acordos de cooperação com a Segurança Social e, desta forma, não terem os apoios suficientes do Estado para reforçarem a qualidade da sua oferta pedagógica”.

Por seu turno, a deputada da Assembleia da República reconheceu o trabalho desenvolvido pela Câmara Municipal de Vila de Rei, afirmando que  “a política de proteção à infância deve ser uma prioridade nacional, e o concelho de Vila de Rei é um exemplo de boas práticas no apoio às famílias, em especial à primeira infância. A Creche Municipal necessita neste momento de ampliação, pois a ocupação e procura são elevadas. Vila de Rei é um concelho de muito baixa densidade e este apoio revela-se crucial para fixar população, atrair trabalhadores para o concelho e assim evitar o aceleramento do decréscimo populacional”.

Prosseguiu referenciando que “ainda não existe qualquer apoio às autarquias que têm a oferta de Creche Municipal, tratando-se de um apoio socioeducativo importante na promoção de fixação de populações nos concelhos de baixa densidade. Não se percebe porque ainda não está contemplado para a transferência de fundos municipais”, criticou.

Cláudia André, também em nota enviada ao mediotejo.net, refere que esta visita teve por objetivos “demonstrar as boas práticas municipais no apoio à infância e proteção da criança; reconhecer o trabalho desenvolvido pelos municípios de baixa densidade nas políticas de incentivo à natalidade; identificar as necessidades e preocupações sentidas nos territórios de baixa densidade para reforçar as políticas de apoio à primeira infância”.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome