Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Agosto 5, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Vila de Rei: Cortejo de Carnaval junta quase 400 participantes

Vila de Rei voltou a celebrar o Carnaval com um desfile pelas ruas da vila na tarde do passado domingo, dia 7. Entre os quase 400 participantes estiveram cidadãos, agrupamentos de escolas, associações e IPSS’s do concelho. Nove carros alegóricos e 32 grupos de mascarados do cortejo organizado pelo município e o CLDS-3G divertiram o público presente entre o Centro de Atividades Ocupacionais e o Parque de Feiras.

- Publicidade -

IMG_5887
Os mais velhos também participaram nos festejos

O desfile carnavalesco teve início às 15h00 junto do Centro de Atividades Ocupacionais e envolveu muitos particulares e entidades vilarregenses. Os alunos e os utentes de lar fizeram parte das cerca de quatro centenas de mascarados que percorreram as ruas Capitão Isidro Gaio, São João de Deus, Santa Isabel e da Devesa, continuando pela Avenida Dr. Francisco Sá Carneiro até ao palco do Parque de Feiras.

- Publicidade -

IMG_5924
A presença do público foi significatica

A boa disposição também marcou presença nesta iniciativa conjunta da Câmara Municipal de Vila de Rei e o programa de inclusão social CLDS-3G (Contratos Locais de Desenvolvimento Social 3G), mas não esteve à altura dos premiados nas três categorias a concurso. Albertina Mateus venceu com o melhor disfarce individual e ao nível dos grupos distinguiram-se“Os Afundadores” e “A Sociedade – C.C.D.R. da Fundada” nas vertentes “sem carro” e “com carro”, respetivamente.

IMG_6024
Os grupos inspiraram-se em temas variados

O número de participantes do desfile deste ano, 390, foi superior ao registado no Carnaval de 2015, 220, tal como o dos grupos de mascarados, que passaram de 24 para 32. Subidas que compensaram a participação de menos sete carros alegóricos.

IMG_6037
Um dos nove carros alegóricos

Jorge Tavares, vereador responsável pelo pelouro da Cultura, esteve entre as centenas de pessoas que assistiram à passagem do cortejo e enalteceu a adesão elevada dos participantes e do público deste “espetáculo carnavalesco numa tarde que primou pelo divertimento e pela animação”.

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome